Mr. Le Mans, Kristensen rasga elogios a Alonso após vitória

compartilhar
comentários
Mr. Le Mans, Kristensen rasga elogios a Alonso após vitória
Charles Bradley
Por: Charles Bradley
17 de jun de 2018 15:21

Dinamarquês diz que espanhol não cometeu nenhum erro em sua primeira vez no Circuit de la Sarthe

Tom Kristensen
#8 Toyota Gazoo Racing Toyota TS050: Fernando Alonso
#8 Toyota Gazoo Racing Toyota TS050: Sébastien Buemi, Kazuki Nakajima, Fernando Alonso
Fernando Alonso, Toyota Gazoo Racing celebrates with the team
#8 Toyota Gazoo Racing Toyota TS050: Sébastien Buemi, Kazuki Nakajima, Fernando Alonso, #7 Toyota Gazoo Racing Toyota TS050: Mike Conway, Kamui Kobayashi, Jose Maria Lopez cross the finish line
Winners #8 Toyota Gazoo Racing Toyota TS050: Sébastien Buemi, Kazuki Nakajima, Fernando Alonso

Alonso conseguiu a segunda etapa da famosa Tríplice Coroa – composta pelo GP de Mônaco, 24 Horas de Le Mans e Indy 500 – neste domingo. E, falando à TV Eurosport, o vencedor nove vezes de Le Mans, Tom Kristensen, elogiou a maneira pela qual Alonso ganhou Le Mans com a Toyota em sua primeira tentativa.

"Alonso chegou e conquistou Le Mans junto com seus companheiros de equipe, e não colocou um pé de errado como vimos durante toda a corrida", disse Kristensen, que venceu Le Mans por nove vezes.

“Para mim, acho que ele também vê a chance de ser campeão mundial de endurance, o que significa que ele continuará dirigindo até Le Mans no próximo ano - e acho que ele conseguirá isso.”

"Eu não prevejo que ele pare na F1, mas vou prever que ele definitivamente estará de volta na Indy 500. Talvez ele faça uma temporada completa."

Depois da corrida, Alonso disse: "sim, sim, é verdade que a tríplice coroa está ligada. Temos duas, vamos ver se conseguiremos alcançar a Indy 500 em breve".

Toyota “aliviada” e orgulhosa

Kristensen também prestou homenagem à Toyota por conquistar seu primeiro sucesso em Le Mans após anos de derrotas.

"É imenso, eles estão muito orgulhosos, mas também estão muito aliviados", disse ele.

“Chegaram perto várias vezes. Lembre-se há dois anos, quando Kazuki Nakajima parou com apenas uma volta. Para ele terminar, e depois subir os degraus para o degrau mais alto do pódio, foi uma longa jornada - e uma sensação fantástica.”

“É apenas o segundo fabricante japonês a vencer depois da Mazda em 1991, o que sempre prejudicou a Toyota também. Eles esmagaram toda a competição, eles não tinham realmente nada nesse sentido. Mas eles ganharam em um nível muito alto. Os carros foram equilibrados, foi uma luta forte.”

Next article
Load comments