Equipe da Moto2 considera chamar Fenati de volta

compartilhar
comentários
Equipe da Moto2 considera chamar Fenati de volta
Oriol Puigdemont
Por: Oriol Puigdemont
Traduzido por: Daniel Betting
2 de nov de 2018 14:29

MV Agusta Forward Racing está pensando em trazer de volta Romano Fenati após o término do contrato de 2019 do piloto italiano

Romano Fenati foi banido das competições até o final de 2018, após tocar o freio do rival Stefano Manzi, em setembro, na corrida de Misano.

Fenati também foi demitido pelas equipes Snipers Moto2 e pela Forward, com quem tinha assinado um contrato para a temporada de 2019 no mês anterior ao incidente.

No entanto, surgiu agora que a Forward - que trará de volta a famosa marca MV Agusta para a Moto2 no próximo ano - está considerando seriamente a opção de restaurar seu contrato com Fenati.

Leia também:

Acredita-se que o dono da equipe, Giovanni Cuzari, consiga reabilitar o piloto de 22 anos como forma de melhorar a imagem da equipe - embora ainda não se saiba se a MV, cujo presidente Giovanni Castiglioni criticou Fenati nas redes sociais após o incidente de Misano, veja as coisas da mesma maneira.

Ironicamente, se o movimento acontecer, significaria que Fenati faria parceria com Manzi.

No entanto, a Forward também avalia chamar outros dois veteranos da Moto2 para a segunda vaga: Mattia Pasini, que foi dispensado pela equipe Italtrans para 2019, e Dominique Aegerter, da Kiefer Racing, que sugeriu recentemente que a temporada de 2018 poderá ser a sua última na classe.

Next article
Fenati poderá voltar a pilotar a partir de 15 de fevereiro

Previous article

Fenati poderá voltar a pilotar a partir de 15 de fevereiro

Next article

Márquez voa em Sepang e crava pole da Moto2 na Malásia

Márquez voa em Sepang e crava pole da Moto2 na Malásia
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Moto2
Pilotos Romano Fenati
Equipes Athina Forward Racing
Autor Oriol Puigdemont
Tipo de matéria Últimas notícias