Fenati pede desculpas por atitude: “Não fui um homem”

compartilhar
comentários
Fenati pede desculpas por atitude: “Não fui um homem”
Valentin Khorounzhiy
Por: Valentin Khorounzhiy
10 de set de 2018 13:06

Piloto banido da Moto2, Romano Fenati divulgou um comunicado expressando seu arrependimento pelo polêmico episódio da corrida em Misano, quando tentou pressionar o freio do rival Stefano Manzi.

As ações de Fenati, que vieram como resposta após Manzi empurrá-lo para fora da pista em uma desastrada manobra de ultrapassagem, tiveram repercussões além da desclassificação e do banimento de duas corridas, aplicados pelos comissários após a corrida.

Sua atual equipe, a Marinelli Snipers, anunciou que encerraria o acordo de Fenati prematuramente, enquanto que o presidente da MV Agusta – com a qual ele já havia assinado para 2019 – deixou claro que não teria Fenati representando a empresa.

“Peço desculpas a todo o mundo esportivo”, escreveu Fenati em um comunicado, nesta segunda-feira.

“Nesta manhã, com uma mente mais clara, queria que fosse apenas um sonho ruim.”

“Eu penso e penso nesses momentos, cometi um gesto que não dá para colocar em palavras.”

“Eu não fui um homem! Um homem teria completado a corrida e, depois, visto a direção de prova para tentar conseguir justiça pelos episódios anteriores.”

“Eu não teria reagido a essas provocações. As críticas são corretas, e entendo o ressentimento em direção a mim.”

“Quero pedir desculpas a todos que acreditaram em mim e a todos que se sentiram feridos por minha atitude. É uma imagem horrível de mim e do esporte.”

Enquanto Fenati já teve surtos anteriores, mais notavelmente na Moto3, há três anos, quando chutou Niklas Ajo, ele já insistiu que o incidente de Manzi “não foi quem eu sou”, acrescentando: “As pessoas que me conhecem bem, sabem!”

“Na minha carreira, sempre fui um bom piloto. No ano passado, fui um dos poucos pilotos que não receberam punições.”

“Nunca coloquei em risco a vida de outros pilotos – pelo contrário, sempre disse que há pilotos perigosos na pista devido ao estilo de pilotagem.”

No comunicado, Fenati voltou a criticar Manzi nos parágrafos finais.

“É verdade, infelizmente tenho uma personalidade impulsiva, mas minha intenção não era machucar um piloto como eu.”

“Mas eu queria fazê-lo entender que o que ele estava fazendo era perigoso e que eu também poderia fazer contra ele uma atitude ruim, assim como ele fez comigo.”

“Não quero me justificar. Sei que meu gesto não foi justificável e quero apenas pedir desculpas a todos.”

“Agora, tenho tempo para refletir e aliviar a cabeça.”

Próxima Moto2 matéria
Após ser suspenso por 2 GPs, Fenati é demitido por time

Previous article

Após ser suspenso por 2 GPs, Fenati é demitido por time

Next article

Manzi não perdoa Fenati: “tentou me matar a 200 km/h”

Manzi não perdoa Fenati: “tentou me matar a 200 km/h”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Moto2
Pilotos Romano Fenati
Autor Valentin Khorounzhiy
Tipo de matéria Últimas notícias