Marini: "O objetivo é lutar pelo título no próximo ano"

compartilhar
comentários
Marini:
Germán Garcia Casanova
Por: Germán Garcia Casanova
Traduzido por: Daniel Betting
7 de nov de 2018 20:44

Luca Marini, meio-irmão de Valentino Rossi e piloto da equipe VR46, conquistou sua primeira vitória na etapa da Malásia, confirmando o progresso que nem todos esperavam

Aos 21 anos, Luca Marini conquistou, na penúltima corrida da temporada da Moto2, sua primeira vitória no Mundial, onde compete regularmente desde 2016, depois de duas aparições esporádicas no GP de San Marino de 2013 (Moto3) e 2014 (Moto2).

Os resultados de Marini nunca foram além de um quarto lugar em Brno, um quinto em Jerez e três sextos lugares, no Catar e Itália no ano passado, e na Alemanha em 2016.

Porém, neste ano começou a mostrar o progresso que protagonizou na segunda metade da temporada, pois até ao GP da Alemanha os seus resultados não tinham chamado tanta atenção.

No entanto, tudo mudou após a corrida de Sachasenring, onde ele conseguiu seu primeiro pódio no Mundial [3º lugar], o primeiro de três consecutivos, com ele ficando em segundo lugar em Brno e novamente em terceiro na Áustria.

Leia também:

Marini voltou ao pódio na Tailândia [2º lugar], até que finalmente no domingo passado, em Sepang, conquistou sua primeira vitória e quinto pódio da temporada, todos conquistados nas últimas nove corridas.

Este impulso final lhe permitiu chegar à última corrida do ano como sétimo colocado no campeonato [147 pontos], e com opções ainda para terminar em sexto.

A vitória Marini também coincidiu com o título da Moto2conquistado por seu companheiro de equipe VR46, Pecco Bagnaia.

"Estou muito emocionado, ganhar é algo especial, vou ficar mais consciente do que eu fiz com o passar dos dias", explicou o jovem italiano aos microfones da Movistar TV logo após a corrida.

"Foi uma corrida muito difícil, estava muito quente e os pneus estavam no limite. Mas eu consegui administrar a corrida toda muito bem, então estou muito feliz, é uma sensação incrível", completou.

"Crescemos muito nesta temporada e temos que continuar assim. Ganhar mais e o objetivo é estar sempre na frente."

Marini destacou seu crescimento como piloto este ano, especialmente na segunda metade da temporada, já que desde Assen, apesar da queda em San Marino, sempre esteve no pódio ou no top 10.

Com esta progressão e com o salto de Bagnaia para a MotoGP, Marini vai ser o grande trunfo do VR46 em 2019 para lutar, novamente, pelo campeonato.

"Claro, esse deve ser o meu objetivo e o da equipe, lutar pelo título em 2019. Agora eu tenho que terminar esta temporada e na próxima muitas coisas vão mudar. Será muito importante trabalhar com a equipe, mas estou convencido de que, em 2019, viveremos uma grande temporada."

Next article
Bagnaia revela que recusou oferta da MotoGP para 2018

Previous article

Bagnaia revela que recusou oferta da MotoGP para 2018

Next article

Marini derrota Vierge e é pole pela segunda vez em 2018

Marini derrota Vierge e é pole pela segunda vez em 2018
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Moto2
Pilotos Luca Marini
Autor Germán Garcia Casanova
Tipo de matéria Últimas notícias