2º no grid, Marquez nega ter ajudado Lorenzo deliberadamente

Piloto da Honda afirma que não teve intenção de ajudar compatriota na primeira tentativa de volta rápida durante treino classificatório para GP da Malásia

A guerra psicológica iniciada por Valentino Rossi continua dando o que falar no final de semana do GP da Malásia da MotoGP. Marc Marquez, segundo colocado no grid de largada para a prova em Sepang, foi obrigado a falar novamente sobre a teoria de que ele estaria favorecendo Jorge Lorenzo em detrimento do italiano.

Na quinta-feira, durante a coletiva oficial do GP malaio, Rossi acusou Marquez de ter agido deliberadamente durante o GP da Austrália para ajudar Lorenzo na briga pelo título da temporada 2015 da MotoGP.

Como Marquez estava imediatamente à frente do compatriota na primeira tentativa de volta rápida no treino deste sábado (24) - a volta registrada naquele momento acabou sendo a que deu a Lorenzo o quarto posto no grid - o piloto da Honda teve que se justificar e voltou a negar qualquer tipo de ajuda deliberada ao vice-líder do campeonato. 

“Eu nunca entro antes de todos na classificação, mas minha estratégia era de três tentativas com jogos de pneus novos, então o tempo era curto. Por isso fomos para pista o mais cedo possível e não somente Jorge estava atrás de mim, mas também Andrea (Iannone) e muitos outros. Diminuí o ritmo nas curvas 5 e 6, mas eles continuaram atrás de mim", disse. 

“Eu não queria dar a eles a chance de utilizar o vácuo, mas era o único jeito de utilizar três jogos de pneus", completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP da Malásia
Pista Sepang International Circuit
Pilotos Valentino Rossi , Jorge Lorenzo , Marc Marquez
Tipo de artigo Últimas notícias