3º, Rossi minimiza incidente com Lorenzo: "não foi nada"

Líder do campeonato destaca lugar na primeira fila e revela que precisa melhorar moto para corrida; italiano recebeu um ponto de penalização por atrapalhar volta rápida de espanhol

Um dos protagonistas da cena do dia no treino classificatório para o GP de San Marino, Valentino Rossi procurou minimizar o incidente em que ele acabou atrapalhando Jorge Lorenzo, que vinha em volta rápida. O líder do campeonato estava lento no traçado ideal e, por isso, recebeu da direção de prova um ponto de penalização.

O piloto da Yamaha colocou 'panos quentes' na história, dizendo que o encontro não gerou prejuízos significativos para o companheiro de equipe, que conquistou a pole position em Misano - Rossi larga em terceiro no domingo.

“Não foi nada. Digo, ele me ultrapassou, não sei, talvez o tenha feito perder algum tempo. Seja como for, ele está na pole, então não houve um grande problema. No final foi difícil porque havia muito tráfego, mas consegui encontrar o momento certo para fazer a volta", disse.

Como nas etapas anteriores, Rossi conseguiu melhorar o acerto da moto ao longo das sessões. Ainda que esteja contente com o resultado da classificação e com o ritmo, o italiano ressaltou que precisa encontrar melhorias no ajuste para poder acompanhar Lorenzo e Marc Marquez, o segundo colocado no grid.

"Meu ritmo melhorou hoje e a minha moto estava boa para a classificação. Ainda tenho algumas dificuldades no terceiro setor, precisamos melhorar isso para amanhã. Partir da primeira fila é muito importante, pois Jorge está muito forte e tem o melhor ritmo de corrida. Como sempre, Marc também é capaz de acompanhá-lo, então a primeira volta será muito importante”, completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP de San Marino
Pista Misano
Pilotos Valentino Rossi , Jorge Lorenzo , Marc Marquez
Tipo de artigo Últimas notícias