4º, Rossi lamenta “moto que vai mais lenta que a dos outros”

compartilhar
comentários
4º, Rossi lamenta “moto que vai mais lenta que a dos outros”
Matteo Nugnes
Por: Matteo Nugnes
5 de ago de 2018 16:45

Piloto italiano se desilude com corrida após ter consumo do pneu traseiro comprometido na segunda metade da corrida

Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Luca Marini, Sky Racing Team VR46, Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Second place Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing

Fazendo o máximo, Valentino Rossi realizou uma de suas corridas mais combativas neste ano em Brno neste domingo (5). No entanto, não foi o suficiente. O italiano, depois de liderar boa parte da prova, acabou caindo para quarto lugar ao final da corrida.

Sua posição não veio antes de uma luta com Cal Crutchlow até a última curva. O italiano superou o britânico, mas se confessou chateado com a performance.

"Sinto muito, porque eu acho que esse ano eu estou andando muito bem”, iniciou Rossi depois da corrida.

“Estou focado, estou fisicamente apto e por isso é um pecado estarmos um pouco tecnicamente atrasados, porque senão poderíamos lutar para vencer. Não falta muito, mas essa é a situação. Falta pouco, mas está faltando algo constantemente, e são problemas que já conhecemos."

O problema é sempre o mesmo: assim que a aderência do pneu traseiro cai, as dificuldades na aceleração começam. E nesse ponto é difícil manter o ritmo dos líderes.

"Hoje foi uma corrida interessante, porque eu segui Dovizioso, Lorenzo e Márquez. Na primeira parte da corrida fui muito rápido, mas o problema é que, em seguida, quando começamos a escorregar para colocar a potência no chão, perdemos um pouco em todas as curvas. Depois dos treinos eu sabia que seria difícil ir ao pódio, porque Márquez e as duas Ducatis eram rápidos. Mesmo que hoje nos tenha faltado pouco."

Durante a corrida, Rossi também conseguiu fazer algumas voltas na liderança: "Foi ótimo ficar na frente. Fiz isso porque neste ano eu não dei muitas voltas na liderança, então eu gostei de ficar ali. Pareceu-me que Dovizioso estava controlando, mas em algum momento pensei que ele estava com problemas com o pneu da frente, então eu tentei ir na frente para ver se eu poderia ser mais veloz. Mas ele apertou o ritmo depois.”

Há 20 corridas sem vencer e a 49 pontos de Márquez no mundial, Rossi lamentou o mau momento. “É uma pena estar em boa forma e ter uma moto que vai um pouco mais lenta do que a dos outros, caso contrário, teríamos tudo que você precisa para tentar vencer corridas”.

“Infelizmente esta é a situação e tem sido por um tempo, porque são 20 corridas que nós não ganhamos. Eu estou fazendo o meu melhor, mas não é o suficiente."

Próxima MotoGP matéria
Dovi se surpreende com fim de semana dominador em Brno

Previous article

Dovi se surpreende com fim de semana dominador em Brno

Next article

Com dores no ombro, Viñales fica de fora de teste em Brno

Com dores no ombro, Viñales fica de fora de teste em Brno
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da República Tcheca
Sub-evento Domingo - Corrida
Localização Brno Circuit
Pilotos Valentino Rossi Shop Now
Equipes Movistar Yamaha MotoGP
Autor Matteo Nugnes
Tipo de matéria Entrevista