Após desastre em Aragón, Viñales dispara: “zero motivação”

compartilhar
comentários
Após desastre em Aragón, Viñales dispara: “zero motivação”
David Gruz
Por: David Gruz
24 de set de 2018 12:52

Depois de décimo lugar na Espanha, piloto da Yamaha diz que não tem mais ambições de conseguir bons resultados nesta temporada

"Muito desapontado”, Maverick Viñales disse que o desempenho da Yamaha no GP de Aragón mostra que a equipe recuou em termos de performance nas últimas semanas.

A Yamaha realizou testes privados em Misano e Aragón nas últimas semanas, e embora tenha se mostrado promissora em San Marino, com Viñales se classificando em terceiro, a corrida foi mais uma vez uma decepção.

A corrida de domingo em Aragón também foi ruim para a Yamaha, com Valentino Rossi e Viñales conquistando apenas o oitavo e o décimo lugares, respectivamente, fazendo com que o hiato atual sem vitórias da marca Iwata seja a mais longa da história na MotoGP.

Depois da corrida, Viñales disse que a Yamaha está agora em um estado ainda pior do que o anterior, e que seu forte desempenho nos testes só serviu para criar "falsas expectativas".

"Perdemos todos os nossos objetivos, não sabemos o que almejar", disse ele. "A sensação na moto é muito ruim. Agora nós temos a parte asiática da temporada, e eu só espero acabar com isso rapidamente. Zero motivação, zero expectativas."

Ele acrescentou: "Eu trabalhei duro neste fim de semana, e em Misano. Eu fiz 100 voltas aqui no teste e 100 voltas em Misano. Parece que fomos para trás em vez de para a frente. Para mim, foi a pior corrida que fiz na Yamaha e a pior sensação que tive na moto”.

"Eu não posso dizer realmente o problema exato, porque tudo estava funcionando mal. Não havia uma área que estava bem. Eu estava me comparando com motos que não eram de fábrica e elas eram ainda melhores do que eu, honestamente.”

"A melhor coisa seria não fazer o teste, porque apenas gerou falsas expectativas."

Viñales se classificou em 11º em Aragón depois de um problema de sensor na classificação, mas perdeu três lugares no grid por segurar o piloto da KTM Bradley Smith em sua volta rápida no Q1.

Tendo caído para o 19º após a largada, Viñales acabou por se recuperar para o 10º lugar e cruzou a linha 22s4 atrás do vencedor da corrida Marc Márquez.

"Foi muito positivo depois do TL4, porque me senti muito bem, mas a moto parece funcionar mal como sempre na corrida", continuou Viñales.

"Eu tinha Valentino na frente e tentei chegar nele, mas depois destruí os pneus, então não tenho muito o que dizer."

Viñales diz que seu foco imediato para as próximas corridas será chegar diretamente ao Q2, algo que ele não conseguiu fazer duas vezes nos últimos cinco finais de semana.

"Eu tento me concentrar antes de tudo para ir diretamente para o Q2, porque pareceu ser difícil nas últimas duas corridas", disse ele. "Então, pense na corrida”.

"Não consigo pensar em chegar a um fim de semana pensando que posso ganhar, porque não é verdade. Crio em mim mesmo falsas expectativas. Eu preciso perceber que agora a moto está onde estou e tentar fazer a moto funcionar um pouco melhor. É o único jeito."

Reportagem adicional por Jamie Klein

Próxima MotoGP matéria
Lorenzo: Márquez destruiu minha corrida e meu pé

Previous article

Lorenzo: Márquez destruiu minha corrida e meu pé

Next article

VÍDEO: Top 10: Aragón 2018

VÍDEO: Top 10: Aragón 2018
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Maverick Viñales Shop Now
Equipes Movistar Yamaha MotoGP
Autor David Gruz
Tipo de matéria Últimas notícias