Após pole, Miller espera que Ducati o mantenha na Pramac

Piloto australiano acredita que time italiano escolha opção de tê-lo por mais um ano: “não estou pensando muito sobre isso”

Jack Miller diz que "espera" que a Ducati exerça sua opção de mantê-lo em sua esquadra satélite, a Pramac, para a temporada de 2019 da MotoGP.

O piloto australiano juntou-se à Pramac no início deste ano após sair da Marc VDS Honda, e uma aposta inspirada em pneus slicks lhe garantiu sua primeira pole position em sua segunda largada a bordo de uma Ducati, na Argentina.

Falando ao Motorsport.com, Miller disse que não se concentra em sua situação contratual, já que está confiante de que a Ducati vai optar por continuar seu relacionamento com ele.

"Eu tenho uma opção para ficar, é a opção da equipe", explicou Miller. "Mas eu não estou estressado”.

"Estou focado em fazer o meu trabalho, sinto que o trabalho que já fiz até agora fez a fábrica feliz e também a equipe. Meu plano é continuar melhorando. Então, eu não estou pensando muito sobre o contrato para a próxima temporada, porque tenho certeza que posso ficar aqui, se continuar fazendo meu trabalho.”

"É claro que nós pilotos estamos todos tentando entrar em uma equipe de fábrica. Esse é o objetivo principal, eu preciso continuar melhorando e tentar trabalhar em direção ao meu objetivo de chegar um dia em uma equipe de fábrica."

Miller rejeitou relatos ligando-o a uma possível ida à KTM em 2019, embora não descarte uma mudança para a fabricante austríaca a longo prazo.

"O meu empresário é Aki Ajo, que administra as equipes da KTM na Moto2 e na Moto3, e claro que tenho uma boa relação com eles", afirmou.

"Mas, para ser honesto, nada foi dito lá, e como eles sabem e eu tenho uma opção de ficar aqui com a equipe. Esperamos que a equipe provavelmente use essa opção."

O vencedor do GP da Holanda em 2016 acrescentou que não há pressa em garantir um lugar em time de fábrica.

"Eu tenho uma boa oportunidade, uma boa moto e um bom pacote aqui", disse ele. "Temos que discutir com a minha gerência tudo para avaliar todas as opções e ver onde eu posso melhorar mais. Não para o próximo ano, mas para o futuro.”

"Ainda tenho 23 anos, tenho um longo futuro aqui e gostaria de tomar as decisões mais inteligentes, sem procurar dinheiro ou algo assim. Quero chegar à moto onde posso tentar lutar para vencer."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Jack Miller
Equipes Alma Pramac Racing
Tipo de artigo Últimas notícias