Após polêmicas, MotoGP deve mudar corpo de comissários

compartilhar
comentários
Após polêmicas, MotoGP deve mudar corpo de comissários
Pablo Elizalde
Por: Pablo Elizalde
26 de jan de 2016 15:32

Detentora dos direitos comerciais da categoria, Dorna não deverá ter mais membro entre os comissários da FIM na direção de provas

Jorge Lorenzo e Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing e Marc Marquez, Repsol Honda Team
Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing, Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing e Marc Marquez, Repsol Honda Team
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing e Marc Marquez, Repsol Honda Team
Carmelo Ezpeleta, Chief Executive Officer DORNA
Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing and Marc Marquez, Repsol Honda Team and Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Marc Marquez, Repsol Honda Team
Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing and Marc Marquez, Repsol Honda Team and Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Jorge Lorenzo and Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing

O GP da Malásia de 2015 da MotoGP continua dando o que falar. Após Valentino Rossi deliberadamente ter tirado da pista Marc Marquez após muita controvérsia fora da pista, a Dorna, detentora dos direitos comerciais da MotoGP, decidiu tomar uma decisão para evitar críticas como a do ex-campeão Phil Read no futuro.

A empresa não terá mais um integrante dentro dos comissários oficiais na direção de provas de cada GP. CEO da Dorna, Carmelo Ezpeleta justificou a nova postura.

"Nós tomamos uma série de medidas que serão tornadas públicas quando forem aprovadas pela Comissão de Grandes Prêmios", disse Ezpeleta ao jornal espanhol Marca.

"Algumas pessoas nos acusaram de ter agido com base em nossos próprios interesses. Eles disseram: 'isso foi decidido desta forma porque é benéfico para a Dorna a partir de um ponto de vista midiático’."

"Isso teve uma solução muito fácil: não seremos parte do corpo de sanção do esporte. É um trabalho que parece tornar nossa vida apenas mais complicada e algo que nós não precisamos."

Ezpeleta também disse que tentou aliviar a tensão entre Rossi, Lorenzo e Marquez, embora ele não ache que seja seu trabalho.

"Eu falei com eles. Depois de terem esfriado os ânimos, eles têm de saber que são adultos e que têm de fazer o que eles pensam que têm de fazer. Eu estive com Marquez na Áustria e com Valentino em Barcelona. A maioria de nós sabe o que aconteceu, mas não vale a pena continuar falando sobre isso."

Ezpeleta disse que está orgulhoso de como a Dorna lidou com a situação, e que os acionistas da Bridgepoint, que detém a companhia, compartilham seu ponto de vista.

"Eles acreditam que nós conseguimos lidar muito bem com isso e eu também penso assim. Em uma situação como essa, você nunca pode acreditar que foi bem, mas nós tentamos fazer o que tínhamos de fazer: impedir que as coisas pegassem fogo. O acordo a que chegamos em Valencia foi bom e os pilotos também pensaram desta forma", acrescentou Ezpeleta.

Próxima MotoGP matéria
Redding diz que Honda desvalorizava seu feedback

Previous article

Redding diz que Honda desvalorizava seu feedback

Next article

Crutchlow aposta em Pedrosa para título da MotoGP em 2016

Crutchlow aposta em Pedrosa para título da MotoGP em 2016
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Autor Pablo Elizalde
Tipo de matéria Últimas notícias