Após ser roubado, Aleix Espargaró diz não saber o que aconteceu

Piloto da Forward relatou o sumiço de pertences pela manhã no paddock: “É a primeira vez que isso acontece comigo”

Nem tudo foi positivo no primeiro dia do GP da Argentina em Termas de Río Hondo. O espanhol Aleix Espargaró teve o computador, iPad e carteira roubados enquanto foi andar pela pista durante esta manhã. Ao TotalRace, o piloto falou que não soube como tudo isso aconteceu, mas que se sente chateado com o ocorrido.

“Não sei como aconteceu. Minha mochila estava no escritório atrás dos boxes, com os capacetes, com os macacões”, afirmou com exclusividade.

“Quando voltei não tinha nada lá. Meu computador, meu iPad, nada mais estava lá. É uma pena ter este problema aqui. É a primeira vez que isso acontece comigo.”

O espanhol ainda falou do circuito de Termas de Río Hondo: “É tudo novo. O país, a pista e tudo mais. Só fiz algumas voltas de scooter aqui. O traçado parece interessante, rápido e legal. Claro que quando você vai com a moto tudo muda, mas a primeira impressão foi muito boa.”

“Com a scooter, você sabe muito bem onde estão as curvas, as freadas, onde entrar em cada curva. Em algumas você precisa entender se é lenta ou rápida, porque às vezes o vídeo é difícil de ver. Conseguirmos ter uma boa ideia com a experiência.”

Seu companheiro de equipe, o experiente Colin Edwards, também disse que a pista deve ser melhor para a equipe com central eletrônica padronizada pela Dorna. “Talvez estejamos sem muita privacidade nos hotéis e na cidade, mas a estrutura da pista é fenomenal, muito boa. Vai ser muito melhor do que a corrida no Texas. Aqui o traçado é muito mais fluído.”

De forma bem humorada, o norte-americano disse que acha que não foi roubado. “Se me roubaram, eu não ia precisar daquilo, porque não senti falta de nada desde que cheguei.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Tipo de artigo Últimas notícias