Após teste em Misano, Márquez espera competitividade

Piloto da Honda espera bom resultado em Misano após testes demonstrarem grande velocidade

Depois de se mostrar o mais forte nos testes de pré-temporada e as primeiras etapas da temporada 2018, Marc Márquez disse que três circuitos serão as chaves para entender corretamente o verdadeiro potencial da RC213V: Jerez, Le Mans e Mugello.

O piloto da Honda conquistou duas merecidas vitórias nos circuitos espanhol e francês, e neste fim de semana quer completar sua trinca particular na Itália. Embora os precedentes não sejam os mais lisonjeiros, o bom estado de forma que atravessa o torna favorito mais uma vez.

Márquez tem uma vitória na pista da Toscana, em 2014, também depois de prevalecer também em Jerez e Le Mans.

O catalão foi também um dos participantes nos testes privados que os pilotos da MotoGP realizaram na pista no início de maio e na qual, segundo os tempos não oficiais, foi o mais rápido.

"Fizemos um teste em Mugello antes do GP de França e fomos rápidos e consistentes", explicou Márquez. "Tudo bem, mas você sempre tem que esperar e ver em que situação você está quando começar a trabalhar para a corrida. As temperaturas provavelmente serão mais altas neste fim de semana do que quando testamos, então vamos nos concentrar em tentar ajustar tudo para a corrida".

Márquez chega como o líder do campeonato ao sexto GP da temporada, uma situação pouco habitual para ele, já que só foi o primeiro na tabela neste momento em 2014, quando acumulou cinco vitórias e 42 pontos de vantagem. No entanto, os 36 atualmente disponíveis não implicam qualquer motivo para relaxamento.

"É bom chegar a Mugello com uma vantagem no campeonato, mas ainda estamos numa fase muito inicial da temporada e tudo é muito apertado, por isso temos de manter os pés no chão", concluiu.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP da Itália
Pista Mugello
Pilotos Marc Marquez
Equipes Repsol Honda Team
Tipo de artigo Últimas notícias