Após toques, Zarco diz que ainda não falou com Rossi

Com exclusividade, francês crê que pilotos estiveram "muito ocupados" para discutir ocorrências nas pistas, mas fala em respeito mútuo

Sensação da temporada de 2017 da MotoGP até aqui, Johann Zarco teve alguns encontros pouco amigáveis com o italiano Valentino Rossi neste ano na pista. O francês tentou duas ultrapassagens no nove vezes campeão do mundo que resultaram em toques entre os dois, nos EUA e na Holanda.

Com a impressionante adaptação de Zarco à MotoGP, os dois têm se encontrado bastante nas pistas nesta temporada. No entanto, fora dela, nenhuma palavra foi trocada mesmo depois dos incidentes deste ano, criticados abertamente por Rossi em entrevistas.

Em entrevista exclusiva ao Motorsport.com Brasil, o francês falou sobre sua relação com Valentino.

“Não, ainda não nos falamos”, respondeu quando perguntando se já havia tido alguma discussão com o italiano sobre os encontros na pista.

“Ele está bem ocupado durante os finais de semana de corrida, e eu também. Não nos vimos, mas como pilotos nos respeitamos muito. Eu o respeito muito, mas acho que ele também me respeita. Ele sabe o que eu posso fazer, e por isso lutamos assim.”

Em boa temporada, Zarco destaca que não faz distinção entre pilotos na hora de tentar um ataque para ganhar uma posição.

“Tive algum tempo para refletir e percebi que se estou nesta categoria, é porque mereço”, falou de maneira convicta.

“Então, posso lutar com estes caras. Os caras com quem sonhava... hoje sou parte deles. Se continuar sonhando em ser esses caras, perderei minha posição. Por isso, quero continuar nesta categoria. E, querendo, preciso lutar com eles. É por isso que quando tenho a oportunidade, eu vou para cima e gosto de lutar.”

“Tive uma ótima primeira parte do ano, melhor do que eu esperava. Estou feliz de ter começado assim, porque é bom para a confiança. E é bom para melhorar o nosso alvo. Para a segunda parte do ano, preciso aceitar que preciso aprender e entender tudo perfeitamente para estar no pódio muitas vezes. Espero conseguir controlar melhor a moto.”

Perguntado se ainda acha que tem muitos aspectos a melhorar na MotoGP, Zarco diz não ter nenhuma dúvida: “Eu acho que sim, a moto é muito boa. Do meu lado, não acho que uso 100% da moto. Quando estiver usando 100% da moto, sinto que poderemos estar sempre no pódio.”

“O mais difícil aqui é lutar contra todos os campeões do mundo, porque eles têm muito controle com a velocidade da moto. Não lembro bem o que achava que seria difícil aqui, sinceramente. Mas tem sido complicado tirar sempre 100% da moto e ter toda a confiança para dar tudo. Às vezes você não encontra um bom acerto na moto e você tem problemas.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Johann Zarco
Tipo de artigo Entrevista