Bagnaia assegura lugar na Ducati para MotoGP em 2019

Italiano garantiu contrato com fabricante italiana, se juntando à Pramac na próxima temporada

Francesco “Pecco” Bagnaia, de 21 anos, que faz parte da Academia de Valentino Rossi, emergiu como uma opção para a Pramac, depois de uma forte temporada de novatos na Moto2.

Ele revelou estar em negociações avançadas com a marca italiana no mês passado, e agora entrará em sua segunda temporada na classe intermediária já com vistas à MotoGP para o ano seguinte, assegurando lugar na Pramac em 2019.

Bagnaia passou quatro anos na Moto3, como piloto de referência para a Mahindra, quando conquistou duas vitórias quando foi o quarto colocado em 2016.

Ele foi colocado na equipe VR46 de Rossi para sua graduação na Moto2 e terminou como o melhor novato em 2017 com o 5º lugar na classificação.

A Pramac colocará a GP18 para Danilo Petrucci e uma GP17 para o recém-chegado, Jack Miller, na próxima temporada da MotoGP.

Nenhum deles têm contrato após 2018, embora Miller seja amplamente esperado, Petrucci já confirmou que ele e a Pramac não estarão juntos depois de quatro temporadas.

Enquanto a maioria dos assentos da MotoGP ainda não foram confirmados após a temporada atual, Bagnaia se junta a uma crescente lista de pilotos que têm seus futuros pós-2018 garantidos.

Os novatos Franco Morbidelli e Xavier Simeon têm acordos plurianuais com seus respectivos times - Marc VDS Honda e Avintia Ducati, assim como Cal Crutchlow contratado pela Honda na LCR, enquanto o novo acordo entre Yamaha e Maverick Viñales vai até 2020.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP , Moto2
Pilotos Francesco Bagnaia
Equipes Alma Pramac Racing
Tipo de artigo Últimas notícias