Bradley Smith vai para KTM a partir de 2017

Acordo firmado é de dois anos e vale para a partir da próxima temporada

Bradley Smith já havia tornado público seu desejo de mudar para uma equipe de fábrica em 2017, lançando dúvidas sobre seu futuro na Tech 3 ao escrever em seu blog pessoal antes do fim de semana no Catar.

"Esta é a primeira vez que começo a temporada em uma situação em que parece quase certo de que haverá uma mudança no próximo ano", escreveu.

"Parece que é hora de seguir em frente, para ambas as partes. O chefe da equipe, Herve Poncharal, deixou claro que não vai renovar meu contrato para o próximo ano, por melhor que eu seja em 2016."

Agora, a KTM confirmou Smith como um dos seus pilotos para a sua nova empreitada na MotoGP, assinando com o britânico por duas temporadas, a começar em 2017.

"Ao assinar com Bradley Smith como piloto de fábrica por dois anos, podemos dar o próximo passo na longa jornada para MotoGP", disse o diretor da KTM, Pit Beirer.

"Com apenas 25 anos, Bradley está competindo em sua quarta temporada na categoria rainha. Ele conseguiu o segundo lugar em Misano e foi o sexto no geral. Ele era, claramente, a melhor opção."

A KTM não indicou quem vai preencher o seu segundo assento para 2017.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Bradley Smith
Equipes Red Bull KTM Factory Racing (MXGP)
Tipo de artigo Últimas notícias