Campeão, Lorenzo revela que "rezou para corrida acabar"

Recém-coroado tricampeão da MotoGP, espanhol diz que enfrentou desgaste elevado dos pneus, não olhou para sinalização dos boxes e focou totalmente na corrida que deu a ele quinto título no Mundial de Motovelocidade

Jorge Lorenzo venceu de ponta a ponta o GP de Valência e conquistou o terceiro título na MotoGP, terminando cinco pontos à frente de Valentino Rossi (330 a 325), vice-campeão e quarto colocado na prova.

O piloto da Yamaha teve que lidar com a pressão dos pilotos da Honda, Marc Marquez e Dani Pedrosa, além das inevitáveis emoções inerentes à uma decisão de título. Como se não fosse o bastante, Lorenzo revelou ainda que enfrentou problemas com os pneus durante a corrida no circuito Ricardo Tormo. 

“Estava muito pressionado e o pneu traseiro estava destruído. Para ser honesto, eu sequer olhava para a placa da equipe quando passava pela reta dos boxes. Eu não sabia quantas voltas faltavam, não sabia de nada", disse.

“Eu me preocupei em manter a concentração e andar o mais rápido possível, mantendo a moto no traçado correto. E rezei para a corrida acabar", afirmou.

"Agora sou pentacampeão mundial. Fizemos um grande trabalho, a Yamaha construiu uma moto fantástica e minha equipe foi perfeita durante a temporada. Estou orgulhoso de levar este título para a Espanha", completou Lorenzo.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP de Valência
Pista Valencia
Pilotos Jorge Lorenzo
Equipes Yamaha Factory Racing
Tipo de artigo Últimas notícias