Chefe: Aprilia “não tem desculpa” para não melhorar em 2019

compartilhar
comentários
Chefe: Aprilia “não tem desculpa” para não melhorar em 2019
Por:
7 de jan de 2019 13:10

Após temporada decepcionante em 2018, time italiano promete melhora de desempenho neste ano

O chefe do projeto da Aprilia na MotoGP, Romano Albesiano, disse que a sua equipe não terá "desculpa" para não melhorar na próxima temporada com Andrea Iannone e Bradley Smith se juntando à organização.

Enquanto Aleix Espargaró esteve ao lado do estreante Sam Lowes e depois de Scott Redding nos últimos dois anos, a Aprilia contará agora com dois pilotos com experiência em times de fábrica.

Albesiano concordou que "algo não deu certo" com a moto da Aprilia de 2018, mas está confiante de que os pilotos recém-chegados darão à fabricante "todos os ingredientes" para dar um passo à frente.

"Tivemos expectativas diferentes para esta temporada, especialmente após o final de 2017, quando estávamos constantemente no top 10 e perto dos cinco primeiros", disse Albesiano.

"Algo não deu exatamente certo no design da nova moto, perdemos algo no equilíbrio da moto e tivemos muitas dificuldades. Não ficou claro desde o início, os pilotos tiveram dificuldade para entender o que era necessário.”

"É bom ver que Andrea [Iannone] obteve resultados fantásticos [em 2018]. Agora sabemos que não temos desculpa. Estou muito animado, sei que temos o potencial e temos todos os ingredientes para fazer uma boa receita para o próximo ano."

A Aprilia acrescentou o ex-Ferrari Massimo Rivola como CEO de seu departamento de corridas.

Albesiano, que continuará a supervisionar o desenvolvimento do Aprilia RS-GP, disse que a moto é única no grid da MotoGP, e que será crucial que Iannone e Smith que a comparem com suas motos anteriores.

"Com certeza é muito importante para nós termos estes novos pilotos por causa do talento, e eles também nos trarão informações. Isso é muito importante para uma empresa como a gente.”

"Temos uma moto bastante específica, um motor em V estreito e equilíbrio totalmente diferente na moto.”

"É sempre importante comparar a sensação de novos pilotos que vêm de diferentes motos – motos que são, digamos, convencionais – para a nossa moto.”

"Este é um passo muito importante para o desenvolvimento da moto."

Next article
Pressão está em Márquez, não em Lorenzo, diz Rainey

Previous article

Pressão está em Márquez, não em Lorenzo, diz Rainey

Next article

Rossi: Yamaha precisa copiar esforço da Ducati

Rossi: Yamaha precisa copiar esforço da Ducati
Load comments