Chefe da Honda promete moto capaz de lutar pelo título

Vice-presidente da HRC, Shuhei Nakamoto disse estar confiante de que a equipe vai oferecer a Marc Márquez e Dani Pedrosa uma máquina capaz de lutar contra a Yamaha, embora claramente ainda tenha muito trabalho pela frente

A Honda escolheu a Indonésia para apresentar a sua equipe de MotoGP, que para a quarta temporada contará com Marc Márquez e Dani Pedrosa como pilotos. Tanto eles como os outros membros do grid voltarão à pista de quarta-feira à sexta-feira, em Phillip Island.

Há poucos dias, a marca japonesa deixou Sepang preocupada com as dúvidas geradas pela nova moto. A RC213V é praticamente um cavalo em fuga incontrolável com a entrada em cena dos novos componentes eletrônicos comuns. Na Malásia, tanto Márquez como Pedrosa rodaram um segundo mais lento do que Jorge Lorenzo, que foi quem estabeleceu o ritmo nos testes.

"Estamos indo à Austrália para continuar a trabalhar no novo motor e nos novos componentes novos eletrônicos", concordou Márquez na cerimônia realizada no circuito de Sentul (Jacarta). "Em Sepang demos alguns passos na direção certa, mas em Phillip Island teremos de ir um pouco além", disse Márquez.

"Estou certo de que os engenheiros da HRC e minha equipe vão encontrar maneiras de melhorar conforme nos habituemos com o novo software," completou.

Dani Pedrosa também mostrou confiança. "Este ano eu me sinto bem fisicamente, e estou ansioso para começar a temporada. Enfrentamos muitas mudanças e temos muito trabalho a fazer", afirmou.

Já o vice-presidente da HRC, Shuhei Nakamoto, prometeu uma moto competitiva. "Estamos trabalhando duro para entender melhor o novo software e os pneus Michelin e também estamos focados no novo motor. Eu acho que nossos engenheiros serão capazes de dar a Dani e Marc um bom protótipo para lutar pelo campeonato", disse.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Dani Pedrosa , Marc Marquez
Equipes Repsol Honda Team
Tipo de artigo Últimas notícias