Contra recomendação, Iannone diz que não fará cirurgia no ombro

Piloto da Ducati fala que irá esperar até o final da temporada para corrigir contusão e espera que isso não o atrapalhe

Em boa temporada, o italiano Andrea Iannone terminou o primeiro semestre de 2015 na frente do atual campeão do mundo Marc Márquez no campeonato. O piloto está atualmente ocupando o terceiro lugar no mundial com 118 pontos, quatro na frente do piloto da Honda.

Na MotoGP desde 2013, Andrea também conquistou neste ano uma pole position e seus primeiros dois pódios na categoria principal, no Catar e na Itália. Além disso, ele tem uma diferença de 31 pontos para seu companheiro de equipe, Dovizioso.

No entanto, o piloto sofreu um acidente durante uma sessão privada de testes entre o GP da Espanha e o da França. Na queda sofrida na curva Arrabbiata 2, em Mugello, o piloto deslocou seu ombro. Após uma cirurgia, o local voltou a incomodar o italiano nas provas seguintes. No entanto, Iannone não quer passar por uma operação mais uma vez neste momento.

"Os médicos falaram que uma operação é necessária, mas levaria três meses para me recuperar após a cirurgia", disse Iannone ao site italiano GPOne.com.

"Vamos ver em que condição eu vou terminar a temporada, e aí nós vamos decidir. Eu definitivamente não vou fazer esta cirurgia durante a temporada.”

"Claro, é diferente de estar bem, mas até agora tenho conseguido manejar a situação da melhor maneira possível. Algo que quero continuar fazendo."

A próxima corrida, o GP de Indianápolis, acontece no próximo final de semana.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Andrea Iannone
Equipes Ducati Team
Tipo de artigo Últimas notícias