Crutchlow: Fase de Lorenzo pode reverter nos próximos 2 GPs

compartilhar
comentários
Crutchlow: Fase de Lorenzo pode reverter nos próximos 2 GPs
Valentin Khorounzhiy
Por: Valentin Khorounzhiy
26 de jun de 2018 14:45

Britânico acredita que próximas pistas podem colocar um fim em fase vitoriosa de Lorenzo pela Ducati

Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Marc Marquez, Repsol Honda Team, Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team

Jorge Lorenzo conseguiu um avanço recente com sua Ducati Desmosedici GP18, vencendo corridas consecutivas em Mugello e Barcelona depois de um início de temporada ruim.

Enquanto ele permanece a 49 pontos do líder do campeonato, Marc Márquez, o próprio Lorenzo e vários de seus rivais insistem que ele ainda pode participar da batalha pelo título.

Cal Crutchlow também admitiu que Lorenzo ainda não está fora de disputa, mas calculou que as duas próximas corridas – Assen e Sachsenring, que não renderam mais do que alguns terceiros lugares para Lorenzo desde 2012 – podem ser palco de uma queda de ritmo do espanhol.

"Eu acho que ele está pilotando a Ducati muito bem, mas a Ducati, de certa forma, parece muito com a Yamaha agora, pela velocidade de curva e pela maneira que a moto pode virar", disse Crutchlow.

“Então, ele encontrou o ritmo para estar nesta zona consistente dele. E uma vez que ele descobre isso, você está sempre em apuros.”

“Mas eu acho que em lugares como Assen e Sachsenring ele vai ter muito mais dificuldade do que em alguns lugares que ele ama, como Mugello e como Barcelona.”

“Honestamente, ele pode ser décimo. E ele não vai ser como Marc ou como Dovi (Andrea Dovizioso), que vão ser terceiro ou quarto em um dia muito ruim. Ou mesmo Valentino (Rossi).”

"Se ele vai ter um dia ruim, ele vai ter um dia ruim."

O próprio Lorenzo mencionou Assen como um ponto de interrogação para sua campanha pelo título, enquanto Márquez visa colocar um fim à boa sequência do compatriota nas corridas da Holanda e da Alemanha.

"Lorenzo está ganhando força, é hora de detê-lo o mais rápido possível", disse Márquez à TV espanhola após a corrida de Barcelona.

“Mugello e Barcelona são dois circuitos com retas e aceleração. São muito semelhantes. Nós temos que parar a sequência em Assen e especialmente na Alemanha.”

Próxima MotoGP matéria
Márquez: "Há muitos pilotos com chances de título"

Previous article

Márquez: "Há muitos pilotos com chances de título"

Next article

Pedrosa: saída da Honda foi decidida “mais ou menos” em 2016

Pedrosa: saída da Honda foi decidida “mais ou menos” em 2016