Crutchlow pede antidoping mais presente na MotoGP

Piloto britânico diz não concordar com sistema de testes do Mundial de Motovelocidade: “é simplesmente uma merda”

Sempre bastante autêntico nas opiniões, o britânico Cal Crutchlow atirou contra o sistema de antidoping da MotoGP. Para ele, os pilotos não são fiscalizados da maneira necessária e isso pode gerar possíveis trapaças.

"Se você acha que há pessoas aqui que não estão tentando cortar curvas, no maior esporte a motor do planeta, você é estúpido", disse ele no Catar.

A solução, no que diz respeito a Crutchlow, seria testes mais frequentes.

"Eu acho que o teste é terrível. Eu acho que o jeito que toda esta parte deste campeonato é executada não é bom. Mas eu não estou dizendo nada que eu não disse nos últimos quatro anos. O sistema de teste é simplesmente uma merda. Como você pode selecionar aleatoriamente três pilotos para testar? E eles são testados mais do que os outros.”

"Estive neste grupo de teste. Fui testado uma vez em 365 dias inteiros. E você sabe no resto do ano depois que não vai ser testado. E, nos últimos dois anos, e eu não fui testado. Jack (Miller) entrou duas vezes em três anos.”

"Eu acho que todos devem ser testados, todos devem indicar onde estão. Eu vou te dizer qual é o problema: todos são uns bastardos preguiçosos e eles não querem o aborrecimento de se registrar todos os dias.”

"Mas você pode fazer isso uma vez por mês e dizer onde você estará. Então, se você fizer uma alteração no seu itinerário, avise. Mas se você me disser que não tem assistentes, gerentes de equipe e médicos seus para fazer isso...”

"Eles não querem fazer isso, eles são preguiçosos. Mas, se eles dizem que não querem fazer, como eu sei que eles não são os que trapaceiam?"

A última reunião de pilotos realizada pela FIM para discutir o protocolo de antidoping terminou com opiniões mistas sobre se o teste deveria ser feito mais vezes.

"Alguns pilotos disseram que é o que queriam (mais testes). Outros de pilotos se mantiveram de boca fechada, porque eles não querem nenhum teste ou não querem o incômodo de dizer onde estão", Crutchlow disse.

"Mas alguns dos caras deste paddock são pagos em torno 40 milhões de euros. Alguns são pagos em torno de 20 milhões euros. Como você não pode encontrar uma maneira de fazer isso se você é um atleta profissional?”

"Pegue um dos seus ajudantes para fazer isso para você. Alguns deles têm sete ajudantes. Eu realmente não entendo. Se eles estão limpos, por que eles não falar: 'me teste em qualquer hora'?"

"Eu não estou dizendo que uma droga aqui ajudaria. MotoGP não é particularmente sobre desempenho absoluto, você tem um cara aqui que vai fumar e beber, mas ele ainda é capaz de ser competitivo porque ele é um piloto de motos natural.”

"Mas estamos falando de agulhas, reidratação.”

"Não nos é permitido agulhas. Eu sei que, de fato, há agulhas aqui. Você poderia tomar diuréticos para diminuir peso, porque você é preguiçoso."

"Eu tenho dito a eles que não concordo com o sistema de testes por muitos anos. Como podemos gastar tanto dinheiro neste paddock sem isso? Nosso campeonato é como a Premier League.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Cal Crutchlow
Tipo de artigo Últimas notícias