De contrato assinado, Rossi quer permanência de Lorenzo na Yamaha

Piloto italiano enxerga grande motivação em vencer duelo interno com espanhol: “Estou orgulhoso de estar na frente dele”

Dono de sete títulos mundiais na MotoGP, quatro deles pela Yamaha, Valentino disse hoje em Sachsenring, no dia de entrevistas antes do GP da Alemanha, que torce pela continuidade de Jorge Lorenzo na equipe japonesa.

"Eu tenho uma longa história com Jorge", disse Rossi, que já assinou um contrato para mais dois anos.

O italiano vê a permanência de Lorenzo como sendo bom combustível para se reinventar e melhorar a cada dia mais sua performance.

"Eu gosto muito. É bom porque em 2008, quando Jorge chegou à Yamaha, eu era o veterano e ele era o jovem, e desde o início foi uma grande batalha nos boxes. Jorge cresceu muito e chegou a me bater em 2010.”

"Eu mudei de equipe e quando voltei para a Yamaha no ano passado ele estava claramente 'um degrau à frente'. Mas é normal. Estou feliz com o meu trabalho, porque estou crescendo. Consigo melhorar este ano para ser ainda mais competitivo. Neste momento estamos exatamente no mesmo nível, e sempre a Yamaha tenta nos tratar exatamente do mesmo.

"Neste momento, estou na frente de Jorge na classificação e estou muito orgulhoso disso, porque sem dúvida ele é um dos melhores. Espero que ele permaneça na Yamaha, porque é sempre uma grande batalha e uma grande motivação ficar na frente dele com a mesma moto".

Rossi acrescentou: "Eu serei feliz se Jorge permanecer também para ajudar a desenvolver a moto, porque ele sempre vai a 100% e traz a moto até o limite. Então eu acho que ele é o melhor companheiro de equipe. Há outros bons pilotos como Pol Espargaró da Tech 3 que corre com a Yamaha, mas espero que Jorge permaneça."
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Tipo de artigo Últimas notícias