Dovi: "Lorenzo me deixar passar não teria mudado nada"

Italiano foi ao chão e acabou abandonando, dizendo adeus ao título da MotoGP, embora esclarecer que foi benéfico ficar na roda de seu parceiro durante a corrida

Andrea Dovizioso estava obrigado a vencer a corrida e aguardava um erro de Marc Márquez. O piloto da Honda chegou a cometer um erro na curva 1 que milagrosamente salvou. O italiano viu Marc atravessar o cascalho e entendeu que era hora de tentar cumprir sua parte da equação e ir para a vitória.

Mas a sorte esteve ao lado do campeão, Márquez, que conseguiu evitar a queda. Não foi o que aconteceu com o piloto da Ducati, que pouco depois cometeu um erro. Ele tentou se salvr, mas foi ao chão e teve que abandonar a corrida. Um final infeliz, mas isso não prejudica a temporada de Dovizioso.

"Ele era realmente muito forte", reconheceu Dovi. "Quando perdi tempo e vi que Marc estava indo embora, tive que tentar vencer. Mas pressionei demais, não tive nenhuma margem e cometi um erro. Não tive mais nada. Ainda assim estou feliz".

Anteriormente, a polêmica estava servida. A Ducati voltou a mostrar o já famoso "mapeamento 8" na placa de Lorenzo. A mensagem, que apareceu até seis vezes, supostamente dava ordem para Lorenzo abrir caminho para Dovizioso, que rodava imediatamente atrás de seu parceiro que via Zarco, Márquez e Pedrosa escapando.

No entanto, ao contrário do que poderia aparecer na pista, Dovizioso disse que o fato de estar na roda de seu parceiro o beneficiou, cancelando qualquer tipo de polêmica de que Lorenzo não tivesse cumprido as ordens da equipe.

"Eu fiz a corrida atrás de Jorge e isso me ajudou a ir melhor e poder ficar atrás deles, no começo eu poderia ultrapassá-lo, havia alguns pontos em que eu era mais rápido que ele, mas em outros não. Na verdade, isso me deu dar um bom ritmo para ir melhor, algo que não consegui fazer durante todo o fim de semana, e é por isso que consegui acompanhá-los até o fim”.

Com esse abandono Dovi viu o sonho terminar, quase impossível, como ele próprio reconheceu, mas não hesitou em felicitar seu rival.

"Sabíamos que neste fim de semana seria muito difícil, mas conseguimos recuperar a situação, estávamos indo no limite, mas estávamos lá, estou muito feliz com o trabalho que fizemos o ano todo. Eu realmente tenho que parabenizá-lo, ele merece, ele ganhou e fez a diferença durante o ano, temos que parabenizá-lo e sua equipe".

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP de Valência
Sub-evento Domingo - Pós-corrida
Pista Valencia
Pilotos Andrea Dovizioso
Equipes Ducati Team
Tipo de artigo Últimas notícias