Dovizioso admite que ritmo não foi o mesmo contra Márquez

Italiano aprova primeiro dia de trabalho em Valência, mas sente que velocidade não foi a suficiente contra principal rival

Andrea Dovizioso, que precisa vencer no domingo se quiser ter alguma chance de conquistar o título da MotoGP de 2017, fez a terceira melhor marca do dia, após as duas sessões de treinos livres, visando o GP de Valência. Jorge Lorenzo e Dani Pedrosa saíram na frente.

Mesmo assim, Dovi admite que a dupla da Honda tem um ritmo melhor e são os favoritos no momento.

“Estou feliz com o resultado final, mas sei o que fizemos não foi bom o bastante”, disse o piloto italiano.

“Certamente Dani e Marc têm um ritmo melhor do que todos, com pneus usados. Isso é o que esperamos, então não estou surpreso com isso. Esta é a realidade do momento.”

Perguntado sobre onde precisa melhorar, Dovi respondeu: “No meio das curvas eu não estou tão rápido. Não consigo fazer o que eu quero e isso é muito importante, mas não é fácil de consertar.”

Queda de Márquez não foi tão importante

O rival de Dovizioso, Marc Márquez, caiu no treino da tarde, mas o piloto da Ducati não acredita que isso possa atrapalhar o fim de semana.

“Marc caiu muitas vezes na carreira, especialmente neste ano”, disse Dovizioso. “Não acho que isso seja importante no fim de semana.”

“Com certeza não é o melhor para ele, mas não sei, quando ele cai, sempre há alguma razão.”

“Às vezes é importante, às vezes não. Você sabe o que você fez e também sabe se é importante. Mas o ritmo que ele demonstrou hoje foi rápido.”

Relatórios adicionais por Lena Buffa

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP de Valência
Sub-evento Sexta-feira
Pista Valencia
Pilotos Andrea Dovizioso
Equipes Ducati Team
Tipo de artigo Últimas notícias