Dovizioso: Lorenzo foi um parceiro de equipe “estranho”

compartilhar
comentários
Dovizioso: Lorenzo foi um parceiro de equipe “estranho”
Jamie Klein
Por: Jamie Klein
Co-autor: Oriol Puigdemont
13 de nov de 2018 20:54

Andrea Dovizioso classificou Jorge Lorenzo como uma “pessoa estranha” após a recente guerra de palavras entre os dois.

Andrea Dovizioso classificou Jorge Lorenzo como uma “pessoa estranha” após a recente guerra de palavras entre os dois.

Lorenzo se juntará Marc Márquez na Honda em 2019 após um período de altos e baixos com Dovizioso na Ducati.

Os dois parceiros tiveram relação conflituosa neste ano, sendo que a controvérsia da Malásia foi o mais recente desentendimento de ambos.

Questionado pelo Motorsport.com sobre as duas temporadas que teve com Lorenzo ao seu lado, Dovizioso usou a palavra “interessante” antes de dar mais detalhes sobre o impacto que o espanhol deixou nele.

Ele disse: “A primeira temporada foi como eu esperava: Jorge reforçou muito minha posição na Ducati, porque ele confirmou as minhas indicações. E isso foi muito positivo.”

“Cada piloto tem sua característica particular, e Jorge também tem. Ele é uma pessoa estranha – ele tem suas forças e defeitos, como todos têm.”

“Este ano não tem sido fácil, porque, quando ele começou a ser rápido, o clima da equipe ficou mais tenso. É normal quando você tem dois pilotos lutando pela vitória. Se isso acontece, a situação dentro do box fica complicada.”

“Uma grande rivalidade chega ao box, e perder uma batalha contra Marc é diferente de perder contra Lorenzo. Muitas pessoas trabalham para nós dois, e o que fazemos possui um efeito neles.”

Dovizioso disse que a saída de Lorenzo e a chegada de Danilo Petrucci não afetará sua abordagem para 2019.

“Quando a temporada começou, a meta era conquistar o título, independentemente se eu tinha Jorge ao meu lado”, disse. “No ano que vem, nada mudará.”

Andrea Dovizioso, Ducati Team, Jorge Lorenzo, Ducati Team

Andrea Dovizioso, Ducati Team, Jorge Lorenzo, Ducati Team

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

Por mais que o título de 2018 tenha sido conquistado de forma antecipada por Márquez, Dovizioso classifica que a Ducati está mais forte neste ano do que em relação a 2017.

“No ano passado, lutamos pelo título até a última corrida, mas éramos rápidos em algumas pistas e muito lentos em outras”, refletiu. “Não tínhamos a consistência que atualmente temos.”

“Naquele momento, as regras referentes às aletas mudaram e não sabíamos de forma clara como lidar com aquilo. E os pneus mudaram, também. Aqueles dois elementos causaram alguma confusão até Assen.”

“E é isso que fez a diferença e provavelmente não acontecerá de novo em 2019, já que agora temos uma base mais sólida. Apesar de estarmos mais distantes de Marc em comparação ao ano passado, somos muito melhores do que em 2017.”

Marc Marquez, Repsol Honda Team, Andrea Dovizioso, Ducati Team

Marc Marquez, Repsol Honda Team, Andrea Dovizioso, Ducati Team

Photo by: Gold and Goose / LAT Images

Next article
Ducati anuncia saída de Stoner

Previous article

Ducati anuncia saída de Stoner

Next article

Confira os horários da MotoGP em Valência

Confira os horários da MotoGP em Valência
Load comments