Dovizioso: Lorenzo precisa de algo diferente da Ducati

compartilhar
comentários
Dovizioso: Lorenzo precisa de algo diferente da Ducati
Por: Glenn Freeman
Traduzido por: Gabriel Lima
7 de set de 2017 17:20

Italiano explica diferenças de acertos e estilos de pilotagem entre ele e seu companheiro de equipe

Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team, Johann Zarco, Monster Yamaha Tech 3
Jorge Lorenzo, Ducati Team, Johann Zarco, Monster Yamaha Tech 3
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team

Para Andrea Dovizioso, seu companheiro de equipe, Jorge Lorenzo, precisa de algo diferente da Ducati em termos de equilíbrio devido a seu estilo de pilotagem. O espanhol, desde que a Ducati introduziu as novas asas internas, sempre utiliza a novidade.

A maior pressão aerodinâmica dianteira vem com uma penalidade de velocidade final devido ao maior arrasto, mas Lorenzo se diz preparado para pagar este preço. O espanhol foi o único a usar a carenagem na última etapa, no veloz circuito de Silverstone.

"Não é algo estranho", disse Dovizioso das diferentes preferências de Lorenzo, "sabemos muito bem o que está acontecendo”.

"Os outros pilotos da Ducati acreditavam que para este layout de pista seria melhor assim (sem as asas), mas Jorge é uma história diferente. Ele anda de uma maneira diferente, e ele precisa de algo diferente de todos os outros pilotos da Ducati no momento. Em Misano (teste antes de Silverstone), trabalhamos nisso e agora temos muitos dados sobre a diferença da carenagem - é bastante claro."

O piloto da Pramac Ducati, Danilo Petrucci, também teve acesso à nova carenagem, embora ele esteja menos confortável do que Lorenzo.

"É difícil para ele, porque seu corpo é grande", disse Lorenzo. "Sinto muito por ele se for um problema.”

"Para mim, tudo bem, o vento vem nos meus ombros, mas como um estilo de pilotagem, eu sempre quis mais contato frontal do que o resto, então é melhor para mim.”

"É verdade que estamos perdendo alguns km/h em linha reta, talvez cinco ou seis, mas estou andando bem em comparação com as outras Ducatis.”

"Então, preferimos nos concentrar nisso, mantendo a mesma carenagem e melhorando a consistência nas voltas."

Lorenzo descreveu o teste em Misano como o melhor que ele teve com a Ducati, mesmo que o dia não tivesse o objetivo de tentar novas peças.

"A moto não mudou, nos concentramos em tentar todos os pneus, tentando encontrar uma configuração que nos permitisse começar nas sextas-feiras dos GPs com uma boa base", afirmou.

"Eu me senti muito bem desde o início. Muito rápido e muito consistente, então foi muito positivo.”

"Provavelmente foi o melhor dia de teste da minha carreira na Ducati. Tentamos avançar todo o trabalho com as configurações, mas não tentamos especialmente nada de novo."

Próxima MotoGP matéria
Avintia confirma contratação de Rabat na MotoGP em 2018

Previous article

Avintia confirma contratação de Rabat na MotoGP em 2018

Next article

Rossi: Perder chance de título dói mais do que lesão

Rossi: Perder chance de título dói mais do que lesão
Load comments