Dovizioso nega pedido de ordens de equipe a Lorenzo

compartilhar
comentários
Dovizioso nega pedido de ordens de equipe a Lorenzo
Oriol Puigdemont
Por: Oriol Puigdemont
29 de out de 2017 09:36

Italiano lamenta diferença de 21 pontos para Marc Márquez e nega que tenha solicitado ao time que desse ordem para Jorge Lorenzo abrir caminho

Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Third place Andrea Dovizioso, Ducati Team
Third place Andrea Dovizioso, Ducati Team

Ninguém da Ducati admite que foi imposta uma ordem de equipe que colocaria Andrea Dovizioso à frente de Jorge Lorenzo, caso estivesse na liderança, o que ajudaria o italiano na disputa do título da MotoGP.

Lorenzo recebeu uma mensagem de pitwall: "Sugerimos mudar o mapa do motor 8", então o espanhol quase foi ao chão na curva 15 e Dovizioso pôde passar para vencer a prova e levar a decisão do campeonato para Valência.

Apesar disso, Dovizioso fez uma boa prova, conseguindo a sexta vitória da temporada.

"Não é muito normal ser tão favorito em todas as condições. Fiz tudo com calma, tive tempo de entender o que estava acontecendo, porque a moto estava indo bem, e nós só precisávamos administrar", explicou Dovizioso.

"Talvez tivéssemos uma moto superior ao resto, mas ganhar nestas condições confirma o quanto crescemos, tanto eu, quanto a moto."

O italiano prolongou a disputa do campeonato até a última corrida, e chegará com 21 pontos de desvantagem sobre o piloto da Honda.

"É uma pena que estamos a muitos pontos de Márquez", lamentou Dovi.

Sobre as supostas ordens da equipe e da mensagem recebida por Lorenzo, Dovizioso disse que não sabia de nada.

"Naquele momento [o susto de Lorenzo] eu estava muito rápido e não acho que ele começou a lutar como se fosse a última corrida de sua vida. Acho que foi contido um pouco porque estava muito fácil de cair. Tivemos alguma vantagem sobre o resto, mas a luta entre nós teria sido muito complicada", disse ele.

A mensagem para Lorenzo continuará sendo uma incógnita em relação ao seu significado, e Dovi não admitiu a existência de uma ordem pré-determinada.

"Eu não sei nada sobre ordens de equipe, além de não ser um piloto político. Não gosto de ganhar com a ajuda dos outros. Talvez acontecesse, eu não sei. Eu não pergunto por essas coisas, sou muito esportivo e a vitória deve ser conquistada na pista. Não pedi nada para a Ducati, mas acho que ele estava perdendo rendimento", explicou o italiano.

Next article
TABELA: Márquez pode ser campeão com 11º lugar em Valência

Previous article

TABELA: Márquez pode ser campeão com 11º lugar em Valência

Next article

Lorenzo: "Não queria cometer nenhuma loucura"

Lorenzo: "Não queria cometer nenhuma loucura"
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da Malásia
Localização Sepang International Circuit
Pilotos Andrea Dovizioso Shop Now
Autor Oriol Puigdemont