Dovizioso: “Pensei que seria impossível lutar com Márquez”

Piloto italiano da Ducati lembra de momentos difíceis da carreira e se vê em momento muito mais forte

Até o GP da Malásia do último ano, Andrea Dovizioso tinha apenas uma vitória na MotoGP desde 2008. Após o triunfo em Sepang, a porteira abriu e o piloto venceu nada menos que seis vezes neste ano – mesmo número de vitórias de Marc Márquez. Os dois disputarão o mundial na última prova desse ano, mas, com uma desvantagem de 21 pontos, Dovi terá que vencer para ser campeão e torcer para Márquez ficar de 12º para trás.

Seus triunfos e o fato de se tornar o principal piloto da Ducati contra o rival direto Marc Márquez na luta pelo título, é algo que mesmo o próprio italiano duvidava.

"Estou desfrutando como um louco. Márquez entrou na MotoGP em um momento difícil da minha carreira. Eu vi e pensei que seria impossível que um dia eu pudesse me medir com ele como estou fazendo agora ", disse Dovizioso.

"Isso me fez ver que todos nós temos uma cabeça limitada. Acontece que você consegue aquilo que você pensa ser o seu nível mais alto. Você vê paredes aqui e ali, mas percebe que existem maneiras de derrubar estas paredes.”

“Este processo que estou passando é uma experiência de vida brutal", argumentou.

Ele revelou que pensou na carreira durante a última volta no GP da Malásia, enquanto observava que o parceiro Jorge Lorenzo não o atacava. "Na última volta, pensei em como eu estava no ano passado e o que aquela vitória significou para mim naquele momento.”

“E pensei em como estou agora, em um momento em que a sexta vitória da temporada ainda não me deixa completamente satisfeito."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Andrea Dovizioso
Equipes Ducati Team
Tipo de artigo Últimas notícias