Dovizioso rejeita oferta inicial da Ducati para renovação

compartilhar
comentários
Dovizioso rejeita oferta inicial da Ducati para renovação
Oriol Puigdemont
Por: Oriol Puigdemont
24 de abr de 2018 18:12

Motorsport.com apurou que piloto italiano não concordou com os termos apresentados pela fabricante na primeira tentativa de estender acordo

Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team, Cal Crutchlow, Team LCR Honda, Dani Pedrosa, Repsol Honda Team

O Motorsport.com apurou que Andrea Dovizioso, líder da atual temporada da MotoGP, rejeitou a primeira oferta da Ducati para a renovação de seu contrato. 

Dovizioso, que está com a Ducati desde 2013 e terminou como vice-campeão de Marc Márquez no ano passado, tem um contrato que vai até o fim de 2018 – e está em negociações com a equipe sobre uma extensão.

O diretor da equipe, Davide Tardozzi, afirmou no começo do mês que a Ducati estava confiante em renovar o acordo de Dovizioso “em breve” – mas agora veio à tona que a proposta inicial da fabricante foi recusada pelo piloto.

O agente de Dovizioso, Simone Battistella, disse ao Motorsport.com: “Estamos longe. Tivemos uma reunião coma Ducati e enfim disemos que precisamos continuar trabalhando para fazer Andrea se sentir confortável.”

O italiano tem se estabelecido como principal referência da Ducati nos últimos anos, vencendo sete das últimas 16 corridas e atualmente na ponta da tabela, apenas um ponto à frente de Márquez.

Battistella continuou: “O piloto não está pedindo algo extraordinário, nada impossível. Ele só quer o que ele merece levando em consideração o trabalho que ele está fazendo.”

“Mas, no momento, não estamos próximos de um acordo.”

Apesar da oferta inicial ter sido recusada, e o fato de Dovizioso estar em conversas com Honda e Suzuki, há o pensamento amplo no paddock de que o piloto uma hora irá se acertar com a Ducati.

Acredita-se que o atual acordo de Dovizioso lhe renda cifras inferiores a dois milhões, comparado aos 12 milhões de salário de Jorge Lorenzo, que, até agora, não conseguiu chegar perto do desempenho do parceiro.

As dificuldades de Lorenzo com a Desmosedici, mais o fato de a Suzuki ter colocado o espanhol como principal alvo para o próximo ano, faz com que a saída de Dovizioso pareça impensável para a Ducati. 

Próxima MotoGP matéria
Viñales confia: “não estamos longe de Márquez”

Previous article

Viñales confia: “não estamos longe de Márquez”

Next article

Atuação da Honda em Austin é “preocupante”, diz Rossi

Atuação da Honda em Austin é “preocupante”, diz Rossi
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Andrea Dovizioso Shop Now
Equipes Ducati Team Shop Now
Autor Oriol Puigdemont
Tipo de matéria Últimas notícias