Dovizioso se irrita com problemas no treino em Mugello

compartilhar
comentários
Dovizioso se irrita com problemas no treino em Mugello
Jamie Klein
Por: Jamie Klein
1 de jun de 2018 20:20

Italiano ficou bravo depois de um motor estourado e um pneu com defeito ter comprometido seus esforços no primeiro dia de treinos do GP da Iitália

Andrea Dovizioso post crash
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Jorge Lorenzo, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team

Andrea Dovizioso foi o 12º mais rápido na segunda sessão de treinos em Mugello, depois do motor de sua moto ter explodido de forma espetacular, provocando a segunda bandeira vermelha da sessão, após o acidente do companheiro de equipe da Ducati, Michele Pirro, na mesma curva.

Os problemas do italiano foram agravados por um pneu com defeito na sua segunda moto, que combinado com as condições incomuns do treino da manhã, o deixou lamentando um dia desperdiçado.

"Foi muito ruim para nós hoje porque não conseguimos trabalhar", disse Dovizioso. "Tivemos um problema com o motor, mas quando trocamos a moto, o pneu que colocamos não funcionou. Com certeza houve algum problema.”

"É muito ruim, porque ninguém tem muito tempo para trabalhar nisso. Você perde duas sessões, porque esta manhã as condições eram estranhas para todos e esta tarde não pudemos trabalhar.”

"Isso é ruim porque não conseguimos fazer voltas rápidas, não pudemos trabalhar na moto, talvez tenhamos um problema com os pneus amanhã, porque quando você tem um pneu errado você não pode usar no dia seguinte.”

"Não é a melhor situação. Mas temos que tentar administrar essa situação."

Questionado sobre o estabelecimento de um novo recorde de velocidade no MotoGP de 356,4 km/h, ele respondeu: "Estou com raiva de como fui hoje, não me importo com essa velocidade".

Lorenzo também com problemas de pneus

Jorge Lorenzo terminou o dia como o melhor dos três pilotos da Ducati, em 10º, pouco menos de um segundo do ritmo de Andrea Iannone.

O tricampeão da MotoGP, que deverá deixar a Ducati no final do ano, disse estar frustrado com o fato de um problema com seu pneu o ter impedido de ir mais veloz.

"Foi um dia positivo porque eu tive um bom ritmo, mas quando você coloca o pneu macio você espera melhorar meio segundo e não teve jeito", disse Lorenzo.

"Outro pneu defeituoso, acontece com muita frequência. Parece que às sextas-feiras eles trazem pneus que foram usados em outros GPs e não são bons. Isso confunde você e incomoda um pouco.”

"Espero que amanhã os pneus funcionem melhor e haja mais aderência".

Relatos adicionais por Matteo Nugnes

Próxima MotoGP matéria

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da Itália
Localização Mugello
Pilotos Andrea Dovizioso, Jorge Lorenzo
Equipes Ducati Team
Autor Jamie Klein
Tipo de matéria Últimas notícias