Ducati almeja vencer "pelo menos" duas corridas em 2016

Claudio Domenicali diz que fabricante italiana tem que colocar em seus planos vencer pelo menos duas vezes no mundial de MotoGP de 2016

Neste ano a Ducati teve sua melhor temporada desde 2010, com Andrea Dovizioso e Andrea Iannone. Os dois acumularam oito pódios.

Mesmo assim, a equipe não conseguiu quebrar o jejum que vem desde a vitória de Casey Stoner em Philip Island, em 2010.

Apesar disso, o CEO da companhia, Claudio Domenicali afirma que a equipe precisa vencer mais do que uma vez.

"Temos que ganhar pelo menos duas [corridas]", disse ao jornal Gazzetta dello Sport. "Estivemos muito perto [este ano], com algumas boas corridas, mas a concorrência é muito forte."

"O campeonato é do mais alto nível, mas os objetivos não vão mudar. Temos que melhorar."

Stoner improvável

Domenicali também disse que enquanto Casey Stoner estiver empenhado em fazer tudo o que puder para ajudar a Ducati ser competitiva em seu novo papel como piloto de testes, ele não prevê o bicampeão retornando.

"Houve alguns momentos difíceis, como em qualquer família, mas nós não esquecemos o que ele foi para a Ducati", acrescentou Domenicali. "Casey tem muita experiência, ele amadureceu muito."

"Ele parece interessado, focado, dedicado. Quer aplicar seu conhecimento para assegurar que os dois Andreas tenham a melhor moto possível."

"As coisas estão claras entre nós por enquanto - O [wildcard] não estão em nossos planos ou nos dele."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Casey Stoner
Equipes Ducati Team
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags claudio domenicali