Ducati diz que chegada de Lorenzo deixa time “sem desculpas”

Chefe da equipe, Gigi Dall' Igna comemora chegada do espanhol mas vê que terá muito trabalho e pressão pela frente

O mundo das motos parou ontem para conferir o anúncio de Jorge Lorenzo na Ducati. Depois de três títulos mundiais pela equipe Yamaha, o piloto espanhol correrá em 2017 e 2018 pela equipe italiana para tentar consagra-la campeã pela primeira vez desde 2007.

Chefe do time, Luigi Dall’ Igna acredita que agora a equipe não tenha mais desculpas de não estar andando na frente.

"Um campeão põe fim a muitas dúvidas", Dall'Igna disse à Sky Sports.

"Alguém que ganhou cinco campeonatos mundiais como Jorge tira a desculpa que você poderia ter para não ganhar um campeonato mundial.”

"Estamos aqui para tentar ganhar, nós não queremos nenhuma desculpa. Eu acho que Lorenzo será a pessoa certa para mostrar isso."

Dall'Igna, que trabalhou com Lorenzo nas categorias inferiores, acredita que o progresso da Ducati nos últimos anos foi decisivo para convencer o espanhol a deixar Yamaha após nove anos.

"Com Lorenzo já fiz muitas coisas boas no passado", acrescentou. "É evidente que ele se lembra de tudo e eu me lembro também.”

"Há muito respeito entre nós, que certamente ajudou. No final, acho que o que mais importou foi o progresso que a Ducati fez nos últimos anos."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Jorge Lorenzo
Equipes Ducati Team
Tipo de artigo Últimas notícias