Ducati: Pirro está consciente, mas fará exames adicionais

Wildcard da Ducati na MotoGP foi arremessado após freada na Curva 1 e perdeu a consciência com o impacto com o solo

Michele Pirro, wildcardda Ducati no GP da Itália de MotoGP, foi levado ao hospital após sofrer uma queda violenta no segundo treino livre de sexta-feira em Mugello. 

Pirro, que é piloto de testes da Ducati, mas faz aparições constantes no GP da Itália com a equipe, estava em segundo na tabela de tempos quando caiu feio menos de 20 minutos após o início.

Quando freou para a Curva 1, ao fim de uma reta de 1,1 km, o pneu traseiro de sua Ducati levantou do chão antes de Pirro ser arremessado para fora da moto, voando alto no ar. 

O piloto de 32 anos perdeu a consciência com o impacto no chão e rolou rumo à caixa de brica, onde foi atendido pelo grupo de médicos.

Após uma interrupção por bandeira vermelha na sessão, Pirro inicialmente foi levado ao centro médico do circuito para exames iniciais, sendo que a categoria confirmou que o piloto havia retomado a consciência. 

Depois, foi confirmado que Pirro será hospitalizado em uma cidade próxima para exames mais precisos, incluindo uma tomografia computadorizada. 

Em entrevista ao canal de TV espanhol Movistar, o diretor esportivo da Ducati, Paolo Ciabatti, revelou que Pirro estava consciente e alerta, mas não conseguia se lembrar do acidente.

“Falei há alguns minutos com Davide Tardozzi [diretor da Ducati], que está no centro médico. Aparentemente, a situação é menos séria do que parecia”, disse Ciabatti. 

“Michele reconhece as pessoas e consegue falar. Ele não se lembra de nada. Ele consegue mexer as pernas e os braços, mas pode ter um problema com o ombro, então farão exames em um hospital em Florença, com ressonância magnética, para garantir que nada está fraturado.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP da Itália
Pista Mugello
Pilotos Michele Pirro
Equipes Ducati Team
Tipo de artigo Últimas notícias