Em 100ª largada no mundial, Márquez triunfa fácil pela 36ª vez na carreira

Com Rossi em grande dia no segundo lugar, Dani Pedrosa fecha o pódio; na 200ª largada, Lorenzo é apenas quarto

Absoluto como de costume, Marc Márquez venceu o GP da Espanha neste domingo. O piloto, que nunca havia vencido uma corrida no mundial no circuito de Jerez de la Frontera, quebrou hoje o jejum vencendo sua quarta corrida seguida nesta temporada. O espanhol bateu um inspirado Valentino Rossi, ganhando sua 36ª prova.

Valentino bem que tentou, com uma largada muito agressiva. O italiano roubou o primeiro lugar de Márquez duas vezes nas quatro primeiras voltas, mas não teve chance de permanecer na frente graças à performance do jovem de 21 anos. Com a escolha do pneu duro na frente, Rossi segurou Lorenzo e Pedrosa na primeira parte da corrida, e depois começou a abrir. Jorge ficou na parte final, sendo passado por Pedrosa e terminando em um afastado quarto.

Dani ainda tentou passar Valentino nas últimas voltas com um pouco mais de velocidade, mas o #46 o segurou muito bem e fez trajetórias defensivas durante toda a útima volta.

Quarto no mundial, Andrea Dovizioso bateu Bautista e Aleix Espargaró para ser o quinto colocado. Álvaro pontuou pela primeira vez no ano em sexto e Aleix foi a primeira moto Open, em sétimo. O Top 10 foi fechado por Smith, Pol Espargaró e Stefan Bradl.

Na partida, Lorenzo não saiu bem. Dovizioso fez a melhor largada, pulando de sexto para primeiro. Márquez pulou para primeiro de novo logo na segunda curva. Sua ultrapassagem abriu caminho para Rossi assumir o segundo posto de Dovi. O #46 conseguiu o primeiro lugar depois da reta oposta. No entanto, não conseguiu liderar a volta, após ser passado por Márquez na última curva.

Rossi ainda tentou segurar o ímpeto do campeão, o passando novamente, mas o piloto novamente passou Valentino e começou a abrir. Nas primeiras voltas, o espanhol da moto #93 foi o único a virar voltas abaixo da casa de 1:40s, coisa que Rossi, Lorenzo e Pedrosa, fechando o Top 4, não conseguiam. Na volta 6 a diferença já era 2.1s.

O começo da prova não foi bom para a Ducati, que viu Pirro e Crutchlow abandonarem a corrida por queda e problema mecânico, respectivamente. Iannone também caiu, assim como Abraham, mas os dois voltaram.

Com dez voltas, a diferença de Márquez para Rossi já era de 3.310s. Seis voltas depois, já era 4.6s. Rossi, com o pneu dianteiro mais duro, começou a abrir de Lorenzo e Pedrosa, que disputavam o terceiro lugar.

A sete voltas do fim Pedrosa passou Lorenzo e foi para cima de Rossi. Lorenzo, sem o mesmo ritmo do início, ficou no quarto lugar. Dani bem que tentou, mas Rossi fechou sua trajetória nas últimas voltas e o bateu na pista.

A próxima corrida acontece em Le Mans, daqui duas semanas.

Confira o resultado após 27 voltas:

1. Marc Marquez ESP Repsol Honda Team (RC213V) 27 voltas 
2. Valentino Rossi ITA Movistar Yamaha MotoGP (YZR-M1) +1.431s 
3. Dani Pedrosa ESP Repsol Honda Team (RC213V) +1.529s 
4. Jorge Lorenzo ESP Movistar Yamaha MotoGP (YZR-M1) +8.541s 
5. Andrea Dovizioso ITA Ducati Team (Desmosedici) +27.494s 
6. Alvaro Bautista ESP Go&Fun Honda Gresini (RC213V) +27.606s 
7. Aleix Espargaro ESP NGM Forward Racing (Forward Yamaha) +27.917s 
8. Bradley Smith GBR Monster Yamaha Tech 3 (YZR-M1) +27.947s 
9. Pol Espargaro ESP Monster Yamaha Tech 3 (YZR-M1)* +29.419s 
10. Stefan Bradl ALE LCR Honda MotoGP (RC213V) +32.872s 
11. Nicky Hayden EUA Drive M7 Aspar (RCV1000R) +35.490s 
12. Hiroshi Aoyama JAP Drive M7 Aspar (RCV1000R) +40.083s 
13. Scott Redding GBR Go&Fun Honda Gresini (RCV1000R) +43.830s 
14. Yonny Hernandez COL Pramac Racing (Desmosedici) +52.295s 
15. Hector Barbera ESP Avintia Racing (Avintia) +54.873s 
16. Michael Laverty GBR Paul Bird Motorsport (PBM-ART) +1m 06.182s 
17. Broc Parkes AUS Paul Bird Motorsport (PBM-ART) +1m 23.420s 

Abandonaram 

Colin Edwards EUA NGM Forward Racing (Forward Yamaha) 
Mike Di Meglio FRA Avintia Racing (Avintia)* 
Andrea Iannone ITA Pramac Racing (Desmosedici) 
Karel Abraham TCH Cardion AB Motoracing (RCV1000R) 
Cal Crutchlow GBR Ducati Team (Desmosedici) 
Michele Pirro ITA Ducati Team (Desmosedici) 

Não largou

Danilo Petrucci ITA IodaRacing Project (ART)
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Tipo de artigo Últimas notícias