Em alta, Dovizioso conversa com Honda e Suzuki

compartilhar
comentários
Em alta, Dovizioso conversa com Honda e Suzuki
Oriol Puigdemont
Por: Oriol Puigdemont
21 de mar de 2018 19:55

Italiano tem foco de permanecer na Ducati, mas busca valorização no mercado e maiores salários

Podium: Race winner Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team, Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Race winner Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team
Race winner Andrea Dovizioso, Ducati Team
Race winner Andrea Dovizioso, Ducati Team
Andrea Dovizioso, Ducati Team

Segundo o Motorsport.com apurou, Andrea Dovizioso está conversando com Honda e Suzuki enquanto espera uma oferta firme de sua equipe, a Ducati.

O italiano, que se juntou à marca em 2013, liderou a evolução da Ducati em 2017, vencendo seis corridas rumo ao vice-campeonato mundial.

No último final de semana, ele ganhou a primeira prova da temporada de 2018 no Catar para assumir uma liderança antecipada no campeonato de pilotos.

Seu atual companheiro de equipe na Ducati é Jorge Lorenzo, três vezes campeão da MotoGP. Sua chegada custou 12 milhões de euros por ano à fabricante de Borgo Panigale, enquanto acredita-se que Dovizioso tenha um salário base anual de cerca de 2 milhões de euros.

Tendo até agora superado o desempenho de Lorenzo, Dovizioso - cujo contrato expira no final do ano - quer que a Ducati o convença a permanecer com uma valorização.

Uma fonte próxima do piloto italiano disse ao Motorsport.com: “Dovi quer se sentir valorizado. Ele não aceitará desculpas como a quantidade de dinheiro que eles têm para pagar seu companheiro de equipe”.

A médio prazo, alguns lugares já estão ocupados nas principais equipas da MotoGP, com a Yamaha contando com Valentino Rossi e Maverick Viñales em contratos de dois anos, e a Honda mantendo o atual campeão Marc Márquez até 2020.

No entanto, ainda resta a possibilidade de que o atual companheiro de equipe de Márquez, Dani Pedrosa, seja substituído no final do ano.

A Suzuki, que enfrentou um ano difícil em 2017, parece estar muito melhor na MotoGP neste ano. O time não tem acordos de piloto para depois da temporada atual.

Dovizioso tem falado com ambas as equipes, mas prolongar sua relação existente com a Ducati continua a ser uma prioridade para o italiano.

Tradução Irene Areas

Próxima MotoGP matéria
Márquez e Pedrosa vão fazer teste privado em Jerez

Previous article

Márquez e Pedrosa vão fazer teste privado em Jerez

Next article

Zarco diz gostar da ideia de ser parceiro de Márquez na HRC

Zarco diz gostar da ideia de ser parceiro de Márquez na HRC

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Andrea Dovizioso
Equipes Ducati Team Shop Now
Autor Oriol Puigdemont
Tipo de matéria Últimas notícias