Em sétimo, Rossi diz que nada funcionou na classificação

Lamentando setup, italiano admitiu que apenas administrou para ficar pelo menos na terceira fila

O grande rival de Valentino Rossi em 2015, Jorge Lorenzo assegurou lugar na primeira fila do GP da Austrália. Ao mesmo tempo, Rossi lutava contra seu próprio ritmo, conseguindo terminar sete décimos atrás do pole, Marc Marquez.

Apesar de ser capaz de corrigir um mau desempenho em classificação, como em Motegi, o sete vezes campeão da principal categoria do motociclismo mundial culpou o setup de sua moto.

"Foi muito difícil para nós hoje, porque tentamos encontrar algumas soluções para sermos mais fortes e nada funcionou bem", disse Rossi.

"Sou constante e meu ritmo não é tão ruim, mas não estou rápido o suficiente."

"Tivemos uma qualificação difícil e tenho que começar a partir da terceira fila, o que será difícil amanhã. Temos de encontrar uma maneira de ser um pouco mais competitivo."

Rossi, no entanto, trouxe um tom otimista de que ainda poderia salvar um resultado forte em um circuito onde se destacou no passado.

"Felizmente, temos o warmup, quando poderemos trabalhar na moto e tentar fazer melhor", acrescentou.

"Tudo depende do início, as primeiras voltas e o ritmo. Esta é uma boa pista, muito ampla, por isso, se você tem o ritmo, você pode recuperar."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP da Austrália
Pista Phillip Island Grand Prix Circuit
Pilotos Valentino Rossi
Equipes Yamaha Factory Racing
Tipo de artigo Últimas notícias