Espargaro: Aprilia deve se concentrar em um novo motor

compartilhar
comentários
Espargaro: Aprilia deve se concentrar em um novo motor
Oriol Puigdemont
Por: Oriol Puigdemont
Traduzido por: Daniel Betting
1 de fev de 2018 19:37

Piloto diz que Aprilia deve voltar sua atenção para atualizar seu motor depois de melhorar seu chassi para o primeiro teste de inverno em Sepang

Aleix Espargaro, Aprilia Racing Team Gresini
Aleix Espargaro, Aprilia Racing Team Gresini
Aleix Espargaro, Aprilia Racing Team Gresini
Aleix Espargaro, Aprilia Racing Team Gresini
Aleix Espargaro, Aprilia Racing Team Gresini
Aleix Espargaro, Aprilia Racing Team Gresini

Aleix Espargaro terminou em 13º o último dia do teste da pré-temporada da MotoGP em Sepang, 1s132 atrás de Jorge Lorenzo.

Enquanto elogia a Aprilia pelo trabalho que fez no chassi do RS-GP durante o inverno, Espargaro revelou que o motor usado para o teste de abertura de 2018 foi o mesmo que ele teve em Valência para os testes pós-temporada do ano passado.

Ele acrescentou que espera que um novo e mais poderoso motor esteja pronto a tempo para o teste final no Catar.

"Em termos de chassis a moto melhorou", disse Espargaro ao Motorsport.com.

"A moto do ano passado era boa na frenagem, mas quando você liberou os freios, você não conseguiu colocar mais peso na frente e a única coisa que fizemos foi destruir a carcaça do pneu dianteiro”.

"Com a moto atual, mudamos um pouco a minha posição e quando solto os freios gira mais. Isso me permite ser mais agressivo”.

"Este é um ano importante. Estou no momento mais maduro da minha carreira, estou dando meu 100% e espero o mesmo da Aprilia”.

"Eles fizeram muito bem com o chassi e a nova moto é exatamente o que eu precisava, mas o motor é o mesmo que eu tive em Valência”.

"Espero que eles levem ao Catar [no teste] o novo motor e espero que ele seja mais potente".

Espargaro disse no ano passado que a Aprilia deve "dar tudo" para melhorar sua competitividade ou abandonar seu projeto da MotoGP, seguindo uma série de abandonos causados por falta de confiabilidade e erros do piloto.

O ex-piloto da Suzuki disse que, enquanto aceita sua parte no que o chefe da equipe, Romano Albesiano, descreveu como um "deprimente" 2017, qualquer outro drama mecânico seria "inaceitável".

"Eu admito minha falta depois de bater tantas vezes, mas nesta temporada, temos que lutar para estar no top-6 ou top-8 no final do ano. Qualquer quebra do motor não é mais aceitável", acrescentou.

Tradução de Irene Aneas

Próxima MotoGP matéria
F1 e MotoGP aprovam Circuito de Barcelona

Previous article

F1 e MotoGP aprovam Circuito de Barcelona

Next article

Rossi vê nova Ducati como “melhor moto do grid”

Rossi vê nova Ducati como “melhor moto do grid”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Aleix Espargaro
Equipes Aprilia Racing Team Gresini
Autor Oriol Puigdemont
Tipo de matéria Últimas notícias