Espargaró: “Barcelona foi um desastre este ano”

compartilhar
comentários
Espargaró: “Barcelona foi um desastre este ano”
Valentin Khorounzhiy
Por: Valentin Khorounzhiy
20 de jun de 2018 20:56

Aleix Espargaró admitiu que ele e a Aprilia estão "em um momento muito ruim na temporada"

Aleix Espargaro, Aprilia Racing Team Gresini
Alex Rins, Team Suzuki MotoGP, Takaaki Nakagami, Team LCR Honda, Aleix Espargaro, Aprilia Racing Team Gresini
Aleix Espargaro, Aprilia Racing Team Gresini
Aleix Espargaro, Aprilia Racing Team Gresini
Aleix Espargaro, Aprilia Racing Team Gresini crash
Aleix Espargaro, Aprilia Racing Team Gresini
Aleix Espargaro, Aprilia Racing Team Gresini
Aleix Espargaro, Aprilia Racing Team Gresini

Aleix Espargaró não foi bem na preparação para o GP da Catalunha, classificou-se apenas em 16º e ainda recebeu uma penalidade de grid durante o warm-up.

Depois de apenas quatro voltas de corrida, caiu e registrou seu quarto abandono da temporada, e agora está em 18º na classificação, tendo somado apenas 13 pontos em sete etapas.

"Definitivamente foi um dos meus fins de semana mais difíceis da temporada", disse Espargaró. “Eu lutei muito.”

“No passado, sempre fui muito competitivo nessa pista. Este ano eu realmente não entendo o que estava acontecendo.”

“Sentimos falta da configuração da moto, eu não tinha aderência, especialmente com o pneu dianteiro, foi muito complicado.”

“Me senti melhor no warm-up e na corrida, mas a partir de 19º precisei arriscar muito. Eu ultrapassei seis pilotos em apenas uma volta e meia. Eu estava arriscando e não funcionou. Eu cometi um erro e caí.”

Leia também:

“Estamos em um momento muito ruim da temporada. Os resultados não estão chegando, ficamos um pouco perdidos com as configurações.”

Espargaró, que conquistou uma de suas duas poles na MotoGP no GP de Barcelona de 2015 com a Suzuki, disse que "se sente muito mal pelo time", mas ressaltou que ele e Aprilia precisam se recuperar com urgência.

"Os resultados precisam chegar o mais rápido possível. Não me lembro de um fim de semana como este em Barcelona nos últimos cinco anos. Eu sempre fui competitivo e este ano foi um desastre.”

"Eu estou muito irritado. Eu quero fazer uma boa corrida e não posso. Eu estou forçando muito, estou caindo, não estou me sentindo bem.”

"Sabemos qual é o problema, mas estou um pouco perdido sobre como melhorar, porque nas últimas corridas tentamos muitas coisas e nada funciona no momento."

A queda do espanhol na corrida foi na curva 11, e ele foi o único piloto de MotoGP a cair naquela curva durante o fim de semana.

“Eu fiz um começo muito ruim. Eu era 21º, mas ganhei muitas posições em apenas uma volta e meia ", lembrou ele.

“Eu me senti forte nos freios e com o acelerador, mas, obviamente, quando você tem que fazer muitas ultrapassagens, tem que arriscar mais do que eles, porque você tem que frear tarde.”

"Finalmente eu tive um pequeno acidente em uma curva estúpida, onde nunca parece ser possível cair."

Reportagem adicional de Oriol Puigdemont, citações traduzidas por Pablo Elizalde

Próxima MotoGP matéria
Petrucci diz que negou acordo de dois anos com Ducati

Previous article

Petrucci diz que negou acordo de dois anos com Ducati

Next article

Hamilton diz que Márquez seria bem-vindo na F1

Hamilton diz que Márquez seria bem-vindo na F1