Honda: "não há fundamento nas acusações de Rossi"

compartilhar
comentários
Honda:
Jamie Klein
Por: Jamie Klein
9 de nov de 2015 12:13

Shuhei Nakamoto, vice-presidente da divisão de motos de competição da Honda, respondeu às acusações feitas por Valentino Rossi de que Marc Marquez teria ajudado deliberadamente Jorge Lorenzo na decisão do título da temporada 2015 da MotoGP

Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing and Marc Marquez and Dani Pedrosa, Repsol Honda Team
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Podium: Second place Marc Marquez and third place Dani Pedrosa, Repsol Honda Team
Podium: Second place Marc Marquez, Repsol Honda Team
Podium: Second place Marc Marquez, Repsol Honda Team
Second place Marc Marquez, Repsol Honda Team
Marc Marquez and Dani Pedrosa, Repsol Honda Team
Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing and Marc Marquez and Dani Pedrosa, Repsol Honda Team
Jorge Lorenzo, Yamaha Factory Racing

As acusações de Valentino Rossi em relação ao comportamento dos adversários continua dando o que falar. Após o GP de Valência, vencido por Jorge Lorenzo - que se sagrou campeão da temporada 2015 da MotoGP - Rossi voltou a criticar o comportamento de Marc Marquez na pista. Para o italiano, Marquez atuou como "guarda-costas" de Lorenzo e abdicou da vitória no circuito Ricardo Tormo.

Tudo começou em Sepang, quando Rossi foi a público dizer que Marquez correu em Philip Island para ajudar Lorenzo. Na prova malaia, o piloto da Yamaha e o rival da Honda se chocaram na pista, incidente que levou o italiano a largar em último no GP de Valência. 

A Honda, através do vice-presidente da HRC (Honda Racing Corporation) - a divisão de motos de competição da marca - Shuhei Nakamoto, emitiu um comunicado para defender Marquez e refutar as acusações feitas por Rossi, dizendo que o espanhol se esforçou o máximo que pôde na briga pela vitória em Valência.

“Compreendemos que tenha sido um dia muito difícil para Valentino. Perder o campeonato por apenas cinco pontos após liderar por 17 provas deve ser muito frustrante. No entanto, não podemos aceitar as acusações que ele fez em relação ao comportamento de nosso piloto (Marquez) e da Honda nas últimas semanas e após a corrida (de Valência)", disse.

“Não há fundamento nas acusações dele. Há apenas o fato de que Marc tirou cinco pontos de Jorge (no GP da Austrália), adversário de Valentino no campeonato. Marc estava sofrendo para acompanhar o ritmo de Lorenzo durante toda a corrida, enquanto Dani (Pedrosa) fez um ótimo trabalho ao se manter por perto. O plano de Marc era atacar na última volta, como vimos ele fazer várias vezes no passado quando a oportunidade surgiu", afirmou.

“Lamentamos por Valentino não acreditar que este tenha sido o caso, mas é certo que tanto Marc quanto Dani deram 100% para buscar o melhor resultado para a Honda e nossas parceiras. Não vamos aceitar que essas acusações continuem a vir à tona sendo que é somente a impressão de uma pessoa, mas não correspondem à realidade", completou. 

Próxima MotoGP matéria
Lorenzo: "2015 foi, provavelmente, última chance de Rossi"

Previous article

Lorenzo: "2015 foi, provavelmente, última chance de Rossi"

Next article

Receoso, Rossi diz não saber "que fim terá" briga com Marquez

Receoso, Rossi diz não saber "que fim terá" briga com Marquez
Load comments