Hungaroring passa por reforma para tentar receber MotoGP

Pista localizada em Budapeste quer voltar a receber campeonato mundial de motociclismo e para isso planeja renovação

Falando em grande renovação, a pista de Hungaroring revelou que planeja se tornar sede da MotoGP a partir de 2018. Como parte do processo, antes da temporada de 2016 o circuito foi recapeado pela primeira vez desde que foi construído, em 1985. Zebras novas também foram construídas.

Serão feitas modificações em algumas curvas e áreas de escapes a partir de outubro como parte de um grande plano de modernização da pista, que consistirá em três fases.

A primeira delas inclui a instalação de uma nova arquibancada e cabines de TV, seguidas da construção de um novo edifício principal e garagens (na foto abaixo).

A fase final consistirá em um novo centro de visitantes, um museu e instalações para outros serviços. 

Hungaroring upgrade

Hungaroring 

Foto: Hungaroring

As mudanças no autódromo visam tornar a pista elegível para sediar corridas de MotoGP. CEO de Hungaroring, Zsolt Gyulay confirmou que o local está planejando conversas com a FIM sobre este assunto.

Gyulay disse em entrevista ao canal húngaro M1: "Durante a construção, estaremos em conversações com a FIM para tornar a pista elegível para corridas de MotoGP.”

"Se houver uma vontade de todos os lados, precisaremos transformar Hungaroring. Para ter a MotoGP o governo húngaro precisará estar conosco, e acreditamos que eles estarão."

A MotoGP iria realizar uma corrida na Hungria no Balatonring em 2009, mas o projeto encontrou dificuldades financeiras e a pista nunca foi concluída.

Antes disso, o Hungaroring também recebeu dois eventos da MotoGP em 1990 e 1992, antes de deixar o calendário.

Gyulay disse que a Fórmula 1 não corre risco de deixar a Hungria.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags hungaroring