Iannone: Austrália mostrou a todos que ainda sou forte

compartilhar
comentários
Iannone: Austrália mostrou a todos que ainda sou forte
David Gruz
Por: David Gruz , Editorial assistant
Traduzido por: Gabriel Lima
24 de out de 2017 13:34

Com segundo top-6 seguido, piloto da Suzuki se diz satisfeito com atuação em Phillip Island após período difícil

Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP, Marc Marquez, Repsol Honda Team
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP, Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing

Depois de conseguir seu melhor resultado da temporada com uma corrida forte em Motegi para ser o quarto, Andrea Iannone também fez boa prova na Austrália e terminou em sexto.

O piloto da Suzuki disse que foi gratificante para ele mostrar àqueles que o criticaram durante sua dura temporada o quão "forte" ele realmente é.

"Considerando quantas vezes tive que ouvir sobre os meus resultados com a Suzuki, este forte desempenho em Phillip Island definitivamente me satisfaz muito", disse Iannone.

"Hoje eu ouvi as pessoas dizerem que lembraram o quão forte eu sou. Mas nunca esqueci e nunca deixei de acreditar no meu potencial.”

"Eu tentei manter minha concentração para voltar para onde deveríamos estar, e estarei surpreso se alguém ainda tiver dúvidas."

Iannone explicou que a natureza fluida da pista de Phillip Island exalta os pontos fortes da GSX-RR. O circuito tem poucas zonas de aceleração e longos períodos em plena inclinação. No entanto, ele não tem certeza se as duas últimas pistas da temporada - Sepang e Valência - lhe serão favoráveis.

"(Phillip Island) é uma boa pista para nós", disse ele. "Nós estamos virando a moto na maior parte do tempo, e a Suzuki é uma das melhores motos virando. Mas em linha reta, perdemos desempenho.”

"Esperamos ser suficientemente competitivos nas duas últimas corridas, mesmo que no papel elas pareçam difíceis. Vejamos o que acontecerá."

O italiano foi competitivo em Sepang no teste de pré-temporada, mas confirmou que ele e a Suzuki cometeram um erro ao escolher a especificação de motor a ser desenvolvida durante o inverno.

"Durante o teste estávamos em uma situação diferente, acabei na segunda posição e terminamos com um bom resultado", lembrou ele. "Mas agora é completamente diferente.”

"No inverno cometemos um erro, e agora eu não sei o que esperar".

Reportagem adicional por Andrew van Leeuwen

Próxima MotoGP matéria