Iannone confirma que deixará Suzuki depois de 2018

compartilhar
comentários
Iannone confirma que deixará Suzuki depois de 2018
Jamie Klein
Por: Jamie Klein
31 de mai de 2018 14:48

Italiano confirmou que vai deixar equipe no final da atual temporada e não quis falar sobre futuro nesta quinta-feira

Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP

Andrea Iannone sofreu um período conturbado desde que se juntou à Suzuki no começo de 2017, depois que perdeu seu assento na Ducati para Jorge Lorenzo.

Ele não conseguiu um pódio sequer no ano passado, terminando em 13º no campeonato, e se recuperou no início de 2018, conseguindo chegar em terceiro em Austin e Jerez.

A Suzuki já assinou com Alex Rins, atual companheiro de equipe de Iannone, por mais duas temporadas, e está perto para garantir Joan Mir para sua segunda moto em 2019.

“Com certeza não ficarei na Suzuki”, confirmou Iannone em Mugello nesta quinta-feira. “Eu mudo para outra moto, outro fabricante, mas no momento não falo sobre o meu futuro porque é muito complicado.”

“Nesta corrida, anunciei a minha parceria com a Suzuki [em 2016], mas este ano é um pouco diferente.”

"A Suzuki só falou comigo sobre o meu futuro depois do teste em Barcelona, [eles] refletiram por um longo tempo, mas de qualquer forma agora é certo que não vou continuar na Suzuki."

As opções de Iannone para 2019 incluem uma mudança para a Aprilia, onde ele substituirá Scott Redding, e um retorno à Pramac Ducati, onde correu em 2013 e 2014.

Ele esteve fortemente ligado à antiga equipe nas últimas semanas, mas fez questão de sublinhar que a Aprilia "não é a única" fabricante com quem está conversando.

O piloto de 28 anos também prometeu dar tudo de si até o final do ano, apesar de sua saída iminente da Suzuki.

"Estou muito feliz com o meu começo [de temporada], sobre a moto neste momento, sobre as pessoas dentro da garagem", acrescentou Iannone.

“O ano passado foi difícil para nós, com certeza o relacionamento foi difícil. Mas a Suzuki fez o melhor e eu também, e continuaremos assim até o final da temporada.”

Relatos adicionais por Matteo Nugnes

Next article
Após queda em teste, Rabat é liberado para correr em Mugello

Previous article

Após queda em teste, Rabat é liberado para correr em Mugello

Next article

Aprilia promete orçamento maior para MotoGP em 2019

Aprilia promete orçamento maior para MotoGP em 2019
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Andrea Iannone Shop Now
Equipes Team Suzuki Ecstar MotoGP
Autor Jamie Klein