Iannone desiste de teste de Jerez após primeiro dia

Após se sentir satisfeita com trabalho feito pelo italiano, Suzuki prefere economizar dia de teste

A Suzuki decidiu não contar mais com Andrea Iannone nos testes desta semana em Jerez de la Frontera, na Espanha. Como resultado de perder suas concessões no início da temporada após ter ganhado uma corrida em 2016, a Suzuki está restrita a apenas cinco dias de testes privados por ano com seus pilotos de fábrica - o primeiro deles foi usado por Iannone nesta quarta.

O italiano completou 68 voltas a bordo da GSX-RR com um foco especial em experimentar diferentes especificações de motor. Ele não estará de volta nem na quinta e nem na sexta-feira após o time ficar satisfeito com seu trabalho.

Iannone não voltará a andar pela Suzuki até o próximo teste oficial de pré-temporada, que começa em 30 de janeiro em Sepang.

"Depois de perder as concessões, queremos economizar dias de teste para o futuro e ter concluído todos os testes que precisamos", disse Davide Brivio, chefe da Suzuki.

"Nosso objetivo aqui não é tentar a volta mais rápida, mas sim permitir que ele melhore sua sensação com a moto e nos ajude a determinar o desenvolvimento futuro.”

"Nós trouxemos aqui algumas especificações diferentes do motor que ele tentou, e ele nos deu a direção para o inverno.”

"Não vamos desenvolver um novo motor para 2017, vamos desenvolver uma evolução do atual e Andrea nos deu o feedback que precisávamos para entender o que precisamos desenvolver.”

Com o companheiro de equipe de Iannone, Alex Rins, machucado após um acidente na semana passada em Valência, o piloto Takuya Tsuda será o único representante da Suzuki em Jerez nos próximos dois dias.

O mais rápido do primeiro dia de testes foi Hector Barberá. Ele superou por pouco mais de 0s1 o atual bicampeão da Superbike, Jonathan Rea. Esta sessão é conduzida em conjunto pelas duas categorias.

Confira os tempos do primeiro dia: (Combinado MotoGP e WSBK)

Pos. Piloto Moto Cat. Tempo/Dif.
 Hector Barbera Ducati MotoGP 1'39.614
 Jonathan Rea Kawasaki WSBK +0.125
 Loris Baz Ducati MotoGP +0.192
 Alvaro Bautista Ducati MotoGP +0.248
 Scott Redding Ducati MotoGP +0.471
6  Aleix Espargaro Aprilia MotoGP +0.472
 Michele Pirro Ducati MotoGP +0.478
 Andrea Iannone Suzuki MotoGP +0.535
9  Jack Miller Honda MotoGP +0.726
10   Chaz Davies Ducati WSBK +0.795
11  Danilo Petrucci Ducati MotoGP +0.818 
12  Karel Abraham Ducati MotoGP +0.870
13  Tom Sykes Kawasaki WSBK +0.997
14  Alex Lowes Yamaha WSBK +1.371
15  Lorenzo Savadori Aprilia WSBK +1.434
16  Marco Melandri Ducati WSBK +1.674 
17  Leon Camier MV Agusta WSBK +1.872
18  Eugene Laverty Aprilia WSBK +2.078
19  Michael van der Mark Yamaha WSBK +2.216
20  Mika Kallio KTM MotoGP +2.275
21  Takuya Tsuda Suzuki MotoGP +2.389
22  Bradley Smith KTM MotoGP +2.748
23   Hiroshi Aoyama Honda MotoGP +2.917
24  Sam Lowes Aprilia MotoGP +3.407
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Andrea Iannone
Equipes Team Suzuki MotoGP
Tipo de artigo Últimas notícias