Iannone: Suzuki "não pode esconder" falta de ritmo

compartilhar
comentários
Iannone: Suzuki
Por: Lewis Duncan
6 de mar de 2018 20:30

Italiano faz desabafo, após admitir que "sofreu demais" em long runs durante o teste de Catar

Alex Rins, Team Suzuki MotoGP
Alex Rins, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Alex Rins, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Andrea Iannone, Team Suzuki MotoGP
Alex Rins, Team Suzuki MotoGP

Andrea Iannone foi terceiro no dia da abertura dos testes da MotoGP em Losail, no Catar, e liderou a sessão de sexta-feira antes de ter que sair do último dia, no sábado por questões de saúde.

No entanto, o italiano insistiu que os tempos significassem pouco pra ele, já que está com os mesmos problemas quando tenta distâncias da corridas.

"Eu não sou um novato que fica animado ao terminar um dia mais rápido. Estamos aqui por diferentes motivos", afirmou o italiano. "Meu objetivo continua em lutar por posições importantes.”

"Eu estou sendo sincero. Ser o piloto mais rápido não conta para nada, precisamos entender o que acontecerá no fim de semana de corrida.”

"Estou calmo, porque neste momento eu posso andar na moto muito bem, mas na simulação de corrida não podemos esconder, sofremos demais, como em 2017.”

"Isso ocorre porque a moto fica nervosa quando o pneu se desgasta, especialmente o da frente. É por isso que ainda temos que trabalhar em alguns aspectos. Estou feliz com a nossa velocidade, mas não estamos 100% satisfeitos.”

Rins: O pacote é perfeito

O companheiro de equipe, Alex Rins, por outro lado, disse que não encontrou tais problemas durante os testes do Catar, com o espanhol mesmo dizendo que esta era "uma das melhores pré-temporadas" para a Suzuki.

Terminando o teste do Catar em sétimo lugar, Rins se diz satisfeito com a moto que percorreu a distância de corrida e classificou a GSX-RR como "perfeita" após o treino de sábado.

Ele disse: "Bem, acho que esta pré-temporada foi realmente boa para nós. Na Malayisa e em Buriram estávamos testando muitas peças novas que a Suzuki trouxe, e aqui no Catar foi um pouco para confirmar como tudo funciona.”

"E é assim, acho que foram três dias realmente positivos no Catar. Eu fiz uma pequena simulação de corrida e o ritmo foi bastante bom. Então, acho que essa é uma das melhores pré-temporadas para nós.”

"Acho que eles trabalharam muito duro no Japão para tentar criar uma moto competitiva, e eu só estou na moto tentando dar o meu máximo, fazer as voltas acelerando tudo, e acho que encontramos algo.”

"Estou confiante com a moto, acho que o pacote é perfeito."

Relatos adicionais por Oriol Puigdemont

Próxima MotoGP matéria
Lorenzo diz ainda não sentir Ducati como “moto natural”

Previous article

Lorenzo diz ainda não sentir Ducati como “moto natural”

Next article

Viñales diz ter desperdiçado um dia e meio do teste do Catar

Viñales diz ter desperdiçado um dia e meio do teste do Catar
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Andrea Iannone Shop Now
Equipes Team Suzuki Ecstar MotoGP
Autor Lewis Duncan
Tipo de matéria Últimas notícias