Jornal espanhol, sobre Rossi: "cai um mito"; italianos ponderam

"Guerra" entre Valentino Rossi e Marc Marquez ganha espaço nas mídias italiana e espanhola, cada uma defendendo respectivos compatriotas

O embate entre Valentino Rossi e Marc Marquez atingiu o ápice - até o momento - na colisão entre os dois pilotos na sétima volta do GP da Malásia, realizado no último domingo (25). Considerado o culpado pelo incidente, Rossi recebeu três pontos de punição que, somados ao que ele havia recebido em Misano, farão o líder do campeonato largar em último no GP de Valência, etapa final da temporada 2015 da MotoGP.

A batalha entre o italiano e o espanhol ultrapassou as fronteiras da pista e ganhou as páginas dos jornais dos dois países, cada um agindo em defesa dos respectivos compatriotas. O diário Marca, por exemplo, publicou um texto com o título "Valentino Rossi, cai um mito", criticando duramente a atitude de Rossi em Sepang.

No artigo, o jornal insinua que "a maioria no paddock" quer que Rossi vença o campeonato pelo carisma que ele possui junto ao público - o que, para o diário, faz com que atitudes do piloto da moto #46 sejam relevadas. Para exemplificar, o Marca relembra a disputa entre Rossi e Sete Gibernau na última volta do GP da Espanha de 2005, quando o piloto da Yamaha dividiu a curva com o espanhol - que acabou saindo da pista - e conquistou a vitória.

Outro diário espanhol, o AS, fez uma pesquisa entre os leitores para saber se eles consideraram justa a punição aplicada a Rossi no toque com Marquez. Para pouco mais de 82% dos que responderam à pesquisa, o castigo imposto pelos comissários foi pequeno.

Pelo lado italiano, o diário La Gazetta Dello Sport abriu espaço para ninguém menos do que Marco Materazzi, zagueiro da seleção italiana campeã da Copa do Mundo de 2006 - sim, aquele que provocou Zinedine Zidane na final e 'cavou' a expulsão do francês - para falar sobre o incidente entre Rossi e Marquez.

Para o atual jogador/dirigente do Chennaiyin FC, da liga de futebol da Índia, Rossi tinha razão quanto às alegações de que Marquez estaria agindo a favor de Jorge Lorenzo na disputa pelo título e a punição ao líder do campeonato foi injusta.

"Jorge Lorenzo merece respeito porque ele é um grande piloto, Marquez não. E não é possível comparar com a minha situação em Berlim em 2006. Naquela época, não fui o único a ser punido - neste caso, a mão pesou apenas para o lado de Vale", disse o zagueiro.

O Corriere Della Sera, por sua vez, fez um comparativo entre o embate envolvendo Rossi e Marquez com outros momentos polêmicos do esporte, como as batidas envolvendo Ayrton Senna e Alain Prost (em 1989 e 1990), Michael Schumacher contra Damon Hill (em 1994) e Jacques Villeneuve (em 1997), passando por controvérsias do futebol mundial, como a cabeçada de Zidane em Materazzi na final da Copa do Mundo e da mordida do uruguaio Luis Suarez no italiano Giorgio Chiellini na Copa do Mundo realizada no Brasil, em 2014 - até as mordidas de Mike Tyson em Evander Holyfield durante uma luta entre os dois, em 1997, foi citada na matéria.

Ao citar tais casos, a intenção do diário era dizer que mesmo grandes campeões cometem deslizes e não devem ser crucificados. Pelo que se vê, a polêmica ainda vai render muitas manchetes até o dia 8 de novembro, data da decisão da temporada 2015 da MotoGP, em Valência.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Valentino Rossi , Marc Marquez
Tipo de artigo Últimas notícias