Lorenzo: Apesar de mau começo, estou melhor que em 2017

Jorge Lorenzo insiste que melhorou em sua segunda temporada na Ducati, apesar de ter marcado um ponto nas duas primeiras corridas deste ano

Jorge Lorenzo enfrentou um tórrido final de semana em condições mistas na Argentina, não conseguindo sair da Q1 no sábado, antes de chegar em 15º na corrida, 42 segundos atrás do vencedor da corrida Cal Crutchlow.

Isso significa que Lorenzo tem apenas um ponto no campeonato de 2018, depois que uma falha nos freios o levou ao chão na abertura da temporada do mês passado no Catar.

Enquanto o tricampeão da categoria principal admite que a sua atuação em Termas de Rio Hondo foi ruim, ele diz que se sente apenas "azarado" até agora e que melhores resultados estão por vir.

"Acho difícil encontrar o limite do asfalto nas curvas para estar confortável com as condições em que corremos, que não são o meu ponto forte", admitiu Lorenzo, que marcou cinco pontos nas duas primeiras etapas em sua temporada de estreia com a Ducati, em 2017.

“Eu fui o último e pouco a pouco comecei a ganhar posições, passando alguns pilotos. No final, meu ritmo foi semelhante ao dos líderes. Temos que focar nisso, que encontrei uma boa sensação para as próximas corridas”.

“Indubitavelmente, em condições de chuva completa, eu teria sido mais competitivo. No seco, talvez um pouco menos, mas muito melhor do que o resultado de hoje”.

“Tanto no Catar como aqui fomos muito azarados. Acho que estou indo melhor do que no ano passado, apesar dos resultados. Um bom resultado está por vir em breve, a má sorte não vai durar para sempre”.

Nenhum comentário sobre a controvérsia Márquez - Rossi

Questionado sobre sua opinião sobre a controvérsia em torno da colisão de Marc Márquez com Valentino Rossi, Lorenzo disse que seu fraco desempenho na Argentina fez com que seus pensamentos sobre a situação fossem irrelevantes.

"Dadas as circunstâncias de hoje, prefiro não comentar o assunto", disse ele. “O vencedor e aqueles que estiveram envolvidos são aqueles que devem dizer as coisas, não a pessoa que foi o 15º”.

“Depois da corrida que fiz, prefiro não me envolver nesses assuntos. Não é o momento certo para fazê-lo, seria oportunista”.

Informação adicional de Federico Faturos

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP da Argentina
Pista Autodromo Termas de Rio Hondo
Pilotos Jorge Lorenzo
Equipes Ducati Team
Tipo de artigo Últimas notícias