Lorenzo está próximo de romper acordo com conselheiro

Após chamar ex-piloto Alex Debon para o ajudar nesta temporada, espanhol opta por rescindir contrato do compatriota

Segundo soube o Motorsport.com, Jorge Lorenzo e Alex Debon estão prestes a terminar seu acordo de colaboração após apenas três meses.

Esperando por uma mudança de opinião repentina e improvável do piloto da Ducati, parece que Debon, que foi analista e assessor do espanhol até aqui em 2018, não irá viajar para a Argentina, onde dentro de duas semanas será realizada a segunda etapa da temporada deste ano.

Debon esteve presente nos três testes de pré-temporada, realizados na Malásia, na Tailândia e no Catar, bem como no primeiro GP do ano, também em Losail.

Lorenzo, que na primeira corrida caiu depois de sofrer uma falha nos freios de sua Ducati, se juntou Debon no início deste ano com a intenção de melhorar sua comunicação com a equipe técnica da marca de Borgo Panigale.

Até o ano passado, Lorenzo havia trabalhado com o piloto de testes da fábrica, Michele Pirro. O italiano deverá continuar a desempenhar esse papel.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Pilotos Jorge Lorenzo
Tipo de artigo Últimas notícias