Lorenzo: "Fiz o melhor para a Ducati"

Espanhol admitiu ter visto as mensagens para ele sugerindo que deveria deixar Dovizioso passar, mas disse que agiu em defesa da marca e de seu parceiro

O único opção que Andrea Dovizioso tinha para tirar o título da MotoGP de Marc Márquez era se impor na corrida de Valência. No entanto, o italiano não mostrou nenhum ritmo durante o fim de semana. Ao contrário, era Jorge Lorenzo, um passo à frente de seu companheiro de equipe se mostrou um dos melhores.

Na largada, Lorenzo não foi capaz se colocar na frente e disparar. O espanhol ficou atrás de Zarco, Márquez e Pedrosa, e com Dovizioso em sua roda, que ficou preso atrás dele desde o início. À medida que as voltas progrediam, mostraram a Lorenzo uma mensagem pedindo 'mapeando 8', uma mensagem secreta para dar a posição para Dovi.

Lorenzo reconheceu ter visto todas as advertências, mas ignorou por considerar que ir na frente de seu colega de equipe poderia ajudá-lo a superar os líderes, como o próprio Dovizioso reconheceu ao terminar a corrida.

"Ao contrário de Sepang, onde eu não o vi, sempre vi a mensagem e sabia que a melhor coisa para os meus interesses da Ducati e de Dovizioso era continuar puxando. Ele mesmo disse que era o melhor", disse Lorenzo.

O espanhol teve uma amarga controvérsia com um dos jornalistas italianos na sala de imprensa, que ele mesmo teve que silenciar. Questionaram Jorge se ele tinha feito o melhor para Ducati, especialmente quando era o próprio Dovizioso que o defendia.

"Dovi não teve ritmo durante todo o fim de semana. Mas apesar de receber mensagens da equipe, eu sabia que era melhor continuar puxando até o final, porque com minha roda bem na frente conseguiu melhorar em um décimo ou dois. De fato, durante o fim de semana lhe faltava meio segundo e menos na corrida".

O três vezes campeão disse que teria desistido da posição se ele estivesse lutando pela vitória, mas na situação em que eles estavam o melhor era continuar puxando. Ao chegar no box, Lorenzo teve que dar explicações aos responsáveis pela marca.

"Eu entendo que do lado de fora, sem ser um piloto, se a Ducati faz uma sugestão e não presto atenção eles ficam nervosos. Dall 'Igna me perguntou por que estava puxando e eu expliquei que pensei que era o melhor. Dovi disse que não tinha mais, é verdade que em algumas curvas ele melhorou e poderia subtrair algo, mas em geral, sem a minha roda, ele teria ficado atrás".

"Se tivéssemos chegado ao grupo, teria deixado passar para lutar pela vitória no caso de Márquez ter cometido um erro. Como não estava sendo assim, pensei que desobedecer a sugestão era o melhor", disse Jorge.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP de Valência
Pista Valencia
Pilotos Jorge Lorenzo
Equipes Ducati Team
Tipo de artigo Últimas notícias