Lorenzo: Minha adaptação é na mesma velocidade da Ducati

Espanhol esperava algo mais no primeiro dia de treinos em Misano, após teste neste circuito há três semanas, mas a mudança de condições climáticas atrapalharam seus planos

Jorge Lorenzo ficou feliz com o primeiro dia de testes em Misano há três semanas, mas as coisas não foram tão boas no início do GP de San Marino, nesta sexta-feira (08), embora a Ducati tenha terminado o dia com o oitavo tempo mais rápido, a menos de quatro décimos de Danilo Petrucci.

"Não foi um ótimo dia porque todos os pilotos foram um pouco mais lentos em relação ao dia do teste. Certamente, o desenvolvimento que alcançamos nesses testes não é o melhor para essas condições. Difícil de acelerar e diminuir a velocidade da moto", disse o piloto, se referindo à queda de temperatura.

"Um bom ritmo é de 1min32s alto. O ritmo da corrida não foi alcançado. Fizemos algumas experiências para melhorar a saída das curvas."

Lorenzo esperava ir muito mais rápido neste primeiro dia de trabalho.

"No teste, eu estava muito competitivo. Mas hoje me custou um pouco mais. Se chegarmos perto do ritmo do teste, estaremos perto do mais rápido."

Lorenzo ainda está se adaptando à Ducati na mesma medida em que a moto está se ficando mais ao seu gosto.

"Pouco a pouco, entendemos que coisas estão melhor adaptadas ao meu estilo, como a carenagem. Todas essas pequenas coisas me ajudaram a me sentir muito mais confortável."

"Eu olho para todos os pilotos da Ducati, mas certamente [Alvaro] Bautista é o que mais se parece comigo", explicou Jorge.

"Ainda estou aprendendo muito sobre esta moto. Andrea Dovizioso tem cinco anos e eu tenho sete meses de experiência. Mas isso é nos dois sentidos. A adaptação da Ducati e a minha fica mais ou menos na mesma velocidade ", concluiu o tricampeão da MotoGP.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP de San Marino
Pista Misano
Pilotos Jorge Lorenzo
Tipo de artigo Últimas notícias