Lorenzo: "na Ducati há mais possibilidades de marcar época"

Espanhol afirmou nesta quinta-feira que uma das razões para mudança para Ducati é que a equipe italiana ofereceu a ele chances de fazer "mais história" do que se tivesse permanecido na Yamaha

Apesar do período de nove anos com a fabricante japonesa, Jorge Lorenzo será da Ducati ao final da temporada atual.

Nesta quinta-feira ele admitiu que os três títulos com a Yamaha significam que sua motivação para ganhar mais corridas correria o risco de naufragar.

"Com a Yamaha, um campeonato é um campeonato", disse Lorenzo. "Ganhar com a Ducati, você pode fazer mais história. Este será uma parte do meu novo desafio."

Falando sobre seu novo desafio na coletiva de imprensa antes do fim de semana em Jerez, Lorenzo deu suas razões para a mudança.

"Existem muitas razões, a maior delas foi a minha motivação", disse ele. "O desafio de tentar ganhar com outra moto e o desafio, para mim, depois de tantos anos no MotoGP de dar o meu máximo esforço todos os dias."

"Senti que precisava deste novo desafio. A minha ideia romântica era ficar com a Yamaha para toda a minha carreira. Agora isso não é possível. A motivação é a principal razão pela qual eu fiz a mudança."

"Sou muito grato à Yamaha por todos esses anos, especialmente com Lin [Jarvis, chefe da equipe]. Eles assinaram comigo quando tinha 18 anos. Sem a Yamaha, eu não seria um tricampeão na MotoGP."

Ele negou que seu status dentro da equipe teve a ver com a saída, onde é certo que será o número um.

"Nunca fiquei preocupado em ser o número um ou número dois na Yamaha", disse ele. "Para mim, foi o suficiente para ter exatamente a mesma chance que o meu parceiro."

"Mais poder" no desenvolvimento da moto

Lorenzo também afirmou que o modo de funcionamento da Ducati poderia ajudá-lo a se adaptar à moto e suas necessidades individuais, ao invés de dividir o desenvolvimento, como na Yamaha.

"Na Ducati poderei ter uma filosofia diferente [da Yamaha]", acrescentou. "No futuro eu vou ter mais poder para criar mais na moto. Eu quero correr. Eles vão me ouvir com mais foco."

Lorenzo disse que a mudança não irá afetar o seu desempenho neste fim de semana, em Jerez.

"Se você não tem a mente focada em uma moto de MotoGP, pode ser até mesmo perigoso, por isso temos que nos focar", disse ele. "Meu futuro está resolvido, mas estou muito longe de pensar sobre o próximo ano."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias MotoGP
Evento GP da Espanha
Pista Circuito de Jerez
Pilotos Jorge Lorenzo
Equipes Yamaha Factory Racing , Ducati Team
Tipo de artigo Últimas notícias